ASSTBM recebe o presidente do IPERGS para esclarecimentos sobre mudanças previstas no Instituto

11

Na manhã de 27 de setembro a Aparício Santellano, Presidente Estadual  da ASSTBM, acompanhado da diretoria da Sede Central da Entidade, se reuniu com Presidente do IPERGS, Sr Otomar Vivian,  o Chefe de Gabinete  Ivan Shaurich Barreto, o Chefe do EMBM Coronel Julio Cesar Rocha Lopes, Presidente do IBCM Daniel Lopes dos Santos, o Diretor Gerson Rodrigues representando a ABAMF, o Vereador Adilson Seixas, de Lavras do Sul,  A reunião teve por objetivo obter esclarecimentos sobre as mudanças previstas para acontecer no Instituto, haja vista que até o presente momento existem muitas informações desencontradas. Segundo Otomar as mudanças são necessárias para aperfeiçoar os sistemas de saúde e previdência,  melhorar o atendimento e garantir que o IPERGS continue público. O Instituto se dividirá em IPE Saúde e IPE Prev e ambos com autonomia e foco diferenciado para melhor atender servidores e segurados.

VANTAGENS DO NOVO SISTEMA

1-O IPE Saúde será voltado exclusivamente para assistência de saúde:

2-O IPE Prev será o gestor único do RPPS, Regime Próprio de Previdência Social fortalecendo o sistema e assegurando o futuro dos servidores estaduais.

3-Ampliação do atendimento e garantia de sustentabilidade;

4-Sem aumento das despesas do Estado, as despesas administrativas, pessoais e assistenciais referentes ao funcionamento da assistência à saúde serão sustentadas pelo FAS ( Fundo de Assistência à Saúde) criado pela Lei Complementar nº 12.066 de 29 de março de 2004

5-O Ipe Prev melhorará a gestão da Previdência;

6-Não haverá aumento da contribuição de assistência à saúde;

7-Principais avanços na área da previdência:

  • Tratar igualmente cônjuges e companheiros como dependentes previdenciários.
  • Uniformizar a concessão e pagamento dos benefícios previdenciários.
  • Recuperar o equilíbrio do sistema previdenciário.
  • Aperfeiçoar a gestão dos Regimes Capitalizados – Fundo Prev Civil e Militar.

8- Principais avanços na área da saúde

  • Modernizar e se adequar às novas necessidades da área, com melhorias na governança e maior agilidade nas tomadas de decisões, possibilitando a inclusão de novos procedimentos e especialidades.
  • Melhoria nas relações com beneficiários, credenciados e prestadores