Correio do Povo: Governo pagará salários de no máximo R$ 2 mil

19

Também será creditado nas contas dos servidores dia 28 o valor referente à segunda parcela do 13º salário de 2017, acrescido
das indenizações

Uma reunião na Secretaria da Fazenda, amanhã, será decisiva na definição do valor do primeiro depósito da folha dos servidores do Executivo neste mês. As estimativas realizadas pelos técnicos até agora, no entanto, indicam que receberão os salários em dia, na quarta-feira, último dia útil do mês, servidores com rendimentos líquidos entre R$ 1,8 mil a R$ 2 mil. Caso se confirme o depósito mais alto, de R$ 2 mil, cerca de 40% da folha será contemplada. Também será creditado nas contas dos servidores dia 28 o valor referente à segunda parcela do 13º salário de 2017, acrescido
das indenizações, o que totaliza aproximadamente R$ 120 milhões. Os valores estimados representam pagamento inferior ao concretizado em janeiro, quando foram pagos em dia servidores com vencimento líquido de R$ 2,7 mil, representando 55,25% da folha. O cronograma com as datas dos depósitos posteriores ainda está sendo definido. Além do tradicional problema de falta de recursos no Tesouro do Estado, responsável pelos sucessivos atrasos, neste mês, complicou ainda mais o fechamento das contas o anúncio feito pelo governador José Ivo Sartori, na última semana, de
repasse de passivos para a área da saúde. O total do desembolso será de R$ 128 milhões.