Nota Presidente ASSTBM sobre indicação do Movimento Ideal Coletivo como pré candidato

18

Fui comunicado nesta quarta-feira( 04 de abril) pelo MOVIMENTO IDEAL COLETIVO, que o meu nome foi escolhido para ser o pré candidato ao pleito de 2018 na Assembleia Legislativa. Primeiramente quero agradecer a confiança depositada por este movimento, o qual a ASSTBM, assim como as demais entidades da BM,  apoiaram por entender que chegou a hora de deixarmos de ser apenas “carregadores de mala de políticos” e passarmos a tomar as rédeas de nossa própria representação.

Como líder classista a 17 anos à frente da ASSTBM, sou testemunha de quanto foi penoso para a categoria  cada vez que precisava de apoio para algo em favor dos brigadianos ou em defesa destes, ter que implorar em gabinetes pedindo aos representantes de outras categorias, e contar ou não com a boa vontade destes políticos. Nossa classe está amadurecida, calejada por anos sendo excluída das decisões políticas do estado. Mas isso começou a mudar, em 2016 elegemos o maior número de vereadores brigadianos da história, elegemos até prefeitos. Este é o caminho, ir ocupando os espaços e fazendo nossa voz política, “BRIGADIANO VOTA EM BRIGADIANO” e quiçá, logo chegaremos ao Congresso Nacional e somaremos forças aos outros colegas, que numa batalha quase que solitária tentam falar por toda uma gigante categoria adormecida, os mais de 500 mil policiais do Brasil.

Quanto a minha indicação como pré candidato, hoje posso afirmar que sou PRESIDENTE ESTADUAL DA ASSTBM, é para a entidade e para os que me elegeram que trabalho, JAMAIS SEREI CANDIDATO DE MIM MESMO, pois acredito que uma liderança política não pode nascer da vontade dela própria, mas sim da vontade daqueles que ela representa. Sou presidente da entidade pela vontade de milhares de associados e pelo apoio irrestrito das nossas regionais e demais órgãos, parceiros os quais fazem a ASSTBM cada dia maior e mais forte. Além do quadro de associados, minha administração é pautada na defesa da categoria como um todo, nunca me furtei na luta pelo que acho justo, assim foi minha trajetória enquanto da ativa, o que não mudou quando passei para a reserva e tornei-me representante classista. Desta forma, e pela vontade das pessoas as quais represento não irei me abster desta nova empreitada, com muita honra, se decidirem que devo ser pré candidato, assim o serei, pois está explícito no lema instituído pela minha administração “ Pelo poder da vontade e não pela vontade do poder”.

Mais uma vez obrigado pela confiança

Aparício Costa Santellano – Presidente Estadual da ASSTBM