Governo do RS não prevê aumento real de salários para 2019

21

Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias prevê apenas crescimento vegetativo da folha para todos os poderes

Pelo quarto ano consecutivo, o governo do Estado prevê congelar os salários de servidoresde Executivo, Judiciário, Legislativo, Ministério Público, Tribunal de Contas do Estado e Defensoria Pública. Para 2019, o Piratini planeja dar 3% de reajuste para pagamento de pessoal — o percentual cobre apenas o crescimento vegetativo das folhas.

A previsão está posta em Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) encaminhada à Assembleia na última semana. Abriu-se, na última sexta-feira (18), o prazo para que deputados e a população proponham emendas ao projeto.

A proposta também informa que o governo do Estado arrecadará R$ 49,9 bilhões e gastará cerca de R$ 56,7 bilhões. O déficit orçamentário de 2019, portanto, fechará em R$ 6,8 bilhões. A cifra não inclui o que o Estado deixou de pagar à União em razão da dívida.