Deputados vão à Justiça Militar pedir investigação contra PMs

21

Embora sejam a favor da extinção da justiça militar do estado, os deputados Jefferson Fernandes (PT) e Pedro Ruas (PSol) autor da proposta de extinção da justiça militar na assembleia legislativa, recorreram ao mesmo tribunal para pedir providencias contra os servidores da BM que atuam no policiamento na região do condomínio Princesa Isabel em  Porto Alegre.

Este condomínio foi palco de varias prisões e apreensões de armas e drogas e de enfrentamento com as forças policiais gaúchas, inclusive com agentes da lei feridos nos confrontos. Este condomínio ficou famoso no Brasil por pintar em suas paredes com cerca de 30 metros uma homenagem  a Alexandre Goulart Madeira, o Xandi, um dos grandes traficantes da região metropolitana, na pintura feita como homenagem estava escrito ” o padrinho é o general” teve um custo no valor de R$ 10 mil reais.
No inicio do condomínio em 2006, 10 famílias de policiais foram sorteadas a morarem no local, com localização privilegiada e próxima ao centro de porto alegre, logo a maravilha virou pesadelo, em pouco tempo, os familiares dos policiais foram  ameaçados e foi preciso montar uma operação da BM para retira-los do local.

Mas os deputados Jefferson Fernandes (PT) e Pedro Ruas (PSol) ignorando os fatos dos atentados contra a vida dos brigadianos e brigadianas, foram a justiça militar no dia 28 de junho pedir providências para punição aos policiais, pois, consideram que existe  “hostilização dos brigadianos contra os moradores”.

a ASSTBM não compreende como deputados que são pela extinção da JME RS, justamente procurem aquela justiça para tentar punir policiais militares,  no mínimo mostram incoerência politica. a ASSTBM continuará a debater o assunto com exaustão e também vamos acompanhar os fatos para que nossos brigadianos e brigadianas não sejam  execrados publicamente por cumprir a lei e a ordem.

“pelo poder da vontade e não pela vontade do poder”

????????????????????????????????????