Candidato a Governador Miguel Rossetto reúne-se com entidades para expor suas propostas

19

As entidades, como têm feito em todas as eleições, abrem espaço aos candidatos, para ouvir suas propostas e também entregar a pauta de reivindicações da categoria, este Convite foi realizado a TODOS os candidatos, aguardando confirmação dos demais, para serem recebidos na sede da ASSTBM.

Na manhã desta terça-feira (04 set)  a ASSTBM, ABAMF e AOfERGS, representadas pelos seus presidentes e diretores, receberam  o Candidato ao Governo do Estado Miguel Rossetto e sua equipe de campanha, para ouvir suas propostas e também entregar nossa pauta de reivindicações, caso o mesmo venha a ser eleito.

O 2º Vice-presidente, Daltro Quadros, respondendo pela Presidência da Entidade no ato, deu boas vinda ao candidato, ressaltando o caráter apartidário e democrático da ASSTBM, que abre suas portas à todos os candidatos que se comprometam com a causa Brigadiana, Daltro salientou que independente de qual seja a escolha dos gaúchos  para governar o estado, a ASSTBM quer manter o diálogo com o eleito, e assim buscar a contemplação das nossas demandas, como manutenção da paridade e integralidade,  a previdência especial  e uma mudança na carreira, que valorize todos os servidores, uma polícia valorizada é a base para resolver os problemas da segurança pública do Rio Grande do Sul.

O Presidente da ABAMF, Leonel Lucas, destacou as importantes conquistas que a Brigada teve nos últimos anos, entre elas o risco de vida, os reajustes, as horas extras, a jornada de 40 horas semanal, a paridade e integralidade de salários. A ABAMF quer o compromisso de que esses direitos jamais sejam moeda de troca em mesa de negociações em nome de supostos reajustes fiscais. Que também é importante avançar em outras demandas, como carreira e data base para reajustes da categoria.

O Presidente da AOfERGS, Elias Pôncio, destacou a importância de se rever a carreira de nível médio, onde principalmente ao final dela há uma estagnação, mantendo os servidores muitos anos num mesmo posto sem quaisquer perspectivas de avanço funcional.

Por fim, manifestou-se o candidato MIGUEL ROSETTO, ressaltando que os principais avanços que a categoria tem hoje, seja em direitos ou de salários, foram concedidos pelo Governo anterior. Que os governos do PT jamais atrasaram salários ou negociaram direitos em troca de ajustes fiscais, que só sacrificaram os mais pobres,  mas não exigiram sacrifício algum dos que ganham mais. Seu compromisso com os brigadianos é de manter o diálogo constante, valorizar a carreira, com propostas objetivas tanto no lado funcional como pessoal dos policiais. Quanto a situação do estado, disse que crise se resolve elencados prioridade e buscando soluções, que não sejam o sacrifício de seus servidores.

CONFIRA O VÍDEO DO CANDIDATO DIRECIONADO A BRIGADA MILITAR