Secretário da Fazenda do RS espera definir dia único para pagamento de servidores

1315

Troca do comando da Fazenda foi realizado nesta tarde. Foto: Ananda Müller/Rádio Guaíba

Marco Aurélio Santos Cardoso assumiu no lugar de Luis Antônio Bins, na tarde de hoje

Tomou posse na tarde de hoje o secretário estadual da Fazenda, Marco Aurélio Santos Cardoso. Ele sucede no cargo Luis Antônio Bins, que comandou a pasta durante a gestão anterior. No discurso de posse, Cardoso reforçou o compromisso do governo de Eduardo Leite de colocar os cofres públicos em dia e buscar um novo acordo para o Regime de Recuperação Fiscal (RRF).

Sobre os repasses aos municípios e o pagamento dos servidores, que está sendo feito de forma parcelada desde 2015 pelo governo Sartori, o secretário reafirmou serem prioridades e que todos os esforços serão feitos para que se consiga cumprir esse compromisso. Sem dar um prazo, afirmou que pretende estabelecer um dia único para o pagamento dos servidores, ainda que não seja o tradicional último dia do mês.

Em uma conversa com a imprensa, ele também abordou os decretos assinados pelo governador, nessa manhã, visando a reequilibrar o orçamento. A expectativa é de que, em 2019, haja economia entre R$ 250 milhões a R$ 300 milhões nas despesas com a otimização e eficiência das receitas, revisão de gastos futuros não liquidados, limitação da despesa pública para exercício até a publicação da programação financeira do ano, racionalização e controle de despesas de pessoal e criação de grupo técnico para renegociação de contratos com fornecedores.

Quanto ao Regime de Recuperação Fiscal, Cardoso afirmou que já existe uma tratativa com o Tesouro Nacional a fim de buscar novas alternativas em torno do regime de recuperação fiscal (RRF). Questionado sobre as estatais, afirmou que a privatização é vista pelo governo para além da adesão a esse regime, e que a manutenção do Banrisul público está entre as diretrizes de Leite.

Despedida emocionada

O agora ex-secretário Luis Antônio Bins se despediu com um discurso longo e emocionado, no qual agradeceu a todos os servidores com os quais trabalhou. Relembrou a trajetória profissional, desde quando ingressou como estagiário da Sefaz em 1978, até o posto de secretário. Igualmente, reforçou a busca pela saúde das contas do Piratini.

Quem é o novo secretário?

Marco Aurélio Santos Cardoso, de 43 anos, é funcionário de carreira do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) desde 2003, atuando como superintendente de crédito do banco, Cardoso foi, por cinco anos, secretário da Fazenda na prefeitura do Rio de Janeiro, na gestão de Eduardo Paes.

Com graduação e mestrado concedidos pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e especialização em Finanças pela Thunderbird School of Global Management (EUA), trabalhou também por nove anos no setor privado, em áreas financeiras da Alcan, Arthur Andersen e Banco BBM.

FONTERádio Guaíba