Milhares de policiais e bombeiros protestam em defesa de seus direitos e garantias.

833

Nesta terça-feira(17) as entidades de classe que representam os Policiais Militares e Bombeiros Militares do Rio Grande do Sul realizaram grande ato em defesa dos direitos da categoria. A manifestação contou com a presença de milhares de policiais, da capital e do interior. Muitos viajaram centenas de quilômetros para demonstrar sua insatisfação com a postura do Governo Eduardo Leite, quanto as garantias e prerrogativas da carreira militar, posturas estas externadas tanto no estado, como a nível federal em recente manifestação realizada na reunião dos governadores do Sul e Sudeste.

Durante a concentração cerca de 6 mil policiais militares estaduais se reuniram. Em seguida, o grupo seguiu em direção ao QG da Brigada Militar. Ao som do hino da Brigada Militar e sob o chamamento dos representantes das Entidades de Classe (ASOFBM, ABAMF, ASSTBM, ABERGS, AOFERGS e ENTIDADES INDEPENDENTES), o Comandante-geral da BM, Cel Mario Ikeda e o Comandante do Corpo de Bombeiros Militar, Cel Bonfanti, receberam os manifestantes.

O segundo ato, foi a caminhada até o palácio Piratini, onde os integrantes foram recebidos pelo Chefe da Casa Cívil, Otomar Vivian, onde demais servidores da segurança pública, entre estes, polícia civil, pensionistas e inativos, se uniram ao protesto. Após forte discurso como o do presidente da ASSTBM, Aparício Santellano, que afirmou “se o governo tirar algum direito adquirido da categoria conquistado ao longo dos anos, a segurança no RS, vai parar”.

O ato foi para chamar o governo para uma negociação. A categoria é contra a quebra da paridade e integralidade de salários entre ativos e inativos, atraso de salários e morte de policiais. Os policiais militares estaduais querem a manutenção dos direitos e prerrogativas dos que arriscam a vida pela segurança do RS, e a Reforma da Previdência em simetria com as Forças Armadas.

Milhares de policiais e bombeiros protestam em defesa de seus direitos e garantias.

Milhares de policiais e bombeiros protestam em defesa de seus direitos e garantias.

Publicado por Asstbm Vídeos em Terça-feira, 17 de setembro de 2019

Após forte manifestação, o governo do Estado, através do Chefe da Casa Civil Otomar Vivian, recebeu os representantes que comunicaram ao governo a instalação de uma Assembleia Geral Permanente, com o objetivo de assegurar o respeito constitucional, a valorização profissional dos policiais e a força de trabalho, que deve estar plenamente voltada à população e ao interesse da segurança pública.

O manifesto foi entregue pelos dirigentes ao Chefe da Casa Civil, Otomar Vivian e ao presidente da Assembleia Legislativa do RS deputado, Luís Augusto Lara.

A manifestação foi planejada pelo o Fórum Permanente de Debate dos Militares Estaduais do RS (que reúne representantes da Asofbm, Abamf, Asstbm ) O Fórum foi criado há dois meses, para discutir pautas de interesses comuns entre elas, a aprovação da PEC 006 e o PL1645, na Reforma da Previdência.

O QUE FOI REIVINDICADO PELAS ENTIDADES DE CLASSE

– Reforma da previdência em simetria com a reforma das forças armadas;

– Manutenção da paridade e integralidade de salários entre ativos e inativos;

– Reestruturação da carreira de Nível Médio da BM;

– Fim dos atrasos de salários.

Além da ASSTBM, participaram da ação, a ASOFBM, Associação dos Oficiais, Associação Beneficente Antônio Mendes Filho da Brigada Militar (Abamf), Associação de Bombeiros do Estado do RS (Abergs). A Associação dos Oficiais Estaduais (Aofergs), Associação das Esposas dos Praças da Polícia Militar (AESPPOM) e a Federação das Entidades Independentes Dos Servidores Militares Estaduais de Nível Médio da Brigada Militar (FERPMB)

Agradecemos a participação de todos, do empenho das entidades presentes, das regionais, que enfrentaram horas de viagem sob mal tempo para se fazer presentes, ao mesmo tempo que concitamos a ficarem alertas, pois nossa luta está apenas começando.