Milhares de servidores da Segurança fazem protesto contra atraso de salários e modernização da carreira, em Porto Alegre

2589

Categorias também vão relembrar morte de policiais em serviço

Integrantes da Brigada Militar (BM) e do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul fazem um protesto, nesta terça-feira, em Porto Alegre. O grupo seguiu pelas ruas da Capital em direção ao Palácio Piratini, onde está concentrado. Outros servidores da segurança, ligados à Polícia Civil também estão presentes.

Segundo o presidente estadual da Associação que representa cabos e soldados da Brigada Militar (Abamf), José Clemente, a categoria já solicitou agendas com o governo gaúcho, mas não é recebida. “A nossa motivação é pelos quase cinco anos de salários atrasados e a falta de perspectiva para a situação ser resolvida. Além disso, a carreira de nível médio da Brigada Militar está estagnada. A situação mais grave é em relação à previdência em nível federal”.Segundo o presidente, uma das alternativas para manter os PMs fora da reforma da Previdência é modernizar a carreira. Clemente salienta que, hoje, um servidor que muda de função segue contribuindo apenas pelo salário antigo, embora receba a diferença. Conforme o dirigente, se todos contribuírem pelos vencimentos atualizados, a receita anual pode aumentar em até R$ 17 milhões.

Os servidores também vão protestar contra a morte dos policiais em serviço. Em frente ao Palácio Piratini, os líderes das categorias devem discursar e reivindicar um diálogo com o governo.

FONTE Rádio Guaíba