Governo do RS desrespeita Militares Estaduais e coloca a decisão na mão dos deputados.

4106
Foto ABAMF

O Fórum dos Militares Estaduais do Rio Grande do Sul ( ABAMF, ASSTBM, ABERGS, AESPPOM, AOFERGS, ASOFBM) foram recebidos na Secretaria de Segurança Pública – SSP e pela Bancada do MDB na Assembleia Legislativa para tratar sobre a proposta de subsídios do Governo do Estado para os Militares Estaduais.

Na SSP as entidades foram recebidas pelo secretário adjunto, Coronel Marcelo Gomes Frota, que acompanhado do Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar do RS – CBMRS, Coronel César Eduardo Bonfanti e do SubComandante Geral da Brigada Militar Coronel Vanius Cesar Santarosa, ouviram das entidades sua posição contrária ao termos propostas nas referidos PLCs, julgando-se desrespeitadas por ter conhecimento da proposta do governo pela imprensa e pelo fato do Executivo em nenhum momento ter tratado da proposta de subsídio com a Brigada Militar, Corpo de Bombeiros ou entidades que representam as Instituições. “Estamos sendo tratados como um subproduto da segurança pública”, afirmou o presidente da ABAMF, José Clemente.

Presidente Santellano afirma que a categoria não aceitará de forma contemplativa este ataque aos seus direitos e desrespeito com os integrantes da Brigada Militar e dos Bombeiros.

“Nós não pedimos um tratamento diferenciado, mas pedimos no mínimo aquilo que já temos garantido em lei para que os homens e mulheres sejam valorizados”, completou o Coordenador Geral Adjunto da ABERGS, 1º Sargento Ubirajara Ramos.

Reunião com a Bancada do MDB

Foto: ABERGS

Na Assembleia Legislativa, o Fórum foi recebido na Bancada do MDB, pelo líder deputado Fábio Branco e o deputado estadual Sebastião Melo.

“Nossa premissa é de responsabilidade e faremos o que é possível e seguro. Não iremos criar falsas expectativas e para que tenhamos clareza e transparência gostaríamos que vocês nos enviassem o impacto financeiro de tudo o que estamos tratando aqui e do que vocês reivindicam”, disse o deputado Fábio Branco.

O deputado Sebastião Melo ressaltou que opiniões podem ser divergentes, porém o papel do governo e dos deputados é realizar e manter o diálogo.

Encaminhamentos

O Governador Eduardo Leite protocolou no final da tarde desta quarta-feira (22) na Assembleia Legislativa a votação dos PLCs 504 e 506 em sessões extraordinárias da Assembleia Legislativa para a próxima semana. Com a confirmação deste protocolo as entidades convocam que Militares da ativa e da reserva do Corpo de Bombeiros e Brigada Militar, mais uma vez reúnam-se em frente à Assembleia Legislativa na próxima terça-feira (28) em um grande ato de força e resistência a favor dos Militares Estaduais.

As entidades que compõem o Fórum Estadual continuarão dialogando dos deputados, líderes de bancada e assessores para que votem a favor dos Militares Estaduais e que não sejam influenciados por informações equivocadas e ilegítimas apresentadas pelo Poder Executivo.

Veja a fala de todos os representantes do Fórum dos Militares Estaduais clicando AQUI.

Informações Obtidas com a Assessoria de imprensa da ABERGS