Governo entrega 10 leitos UTI para Covid-19 no Hospital da BM e equipamentos para o policiamento ostensivo

586

O governo do Rio Grande do Sul entregou na manhã desta quarta-feira dez novos leitos no Hospital da Brigada Militar (HBM), na zona de Sul de Porto Alegre, graças à parceria entre o setor público e o privado. Os equipamentos foram instaladas em uma antiga lavanderia que estava sem uso e vão reforçar o enfrentamento à Covid-19 no momento mais crítico no Estado, especialmente na Região Metropolitana. Os leitos serão destinados, durante a pandemia, exclusivamente a pacientes suspeitos ou confirmados de coronavírus.A reforma do espaço teve investimento R$ 3,5 milhões – a Ultrafarma doou R$ 500 mil arrecadados pelo proprietário, Sidney de Oliveira, e o governo do Estado destinou os outros R$ 3 milhões com recursos do Fundo Especial da Segurança Pública (Fesp)/Saúde. Aa nova ala foi inaugurada pelo governador Eduardo Leite, pelo vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, e pelo comandante-geral da Brigada Militar (BM), coronel Rodrigo Mohr – que também participaram da entrega de sete novos micro-ônibus e 93 armas para a BM.

“Tem recursos públicos do Estado importantes aqui empregados, tem apoio da iniciativa privada, é uma estrutura que já estava planejada de reforço da estrutura da Brigada Militar, mas que agora com a Covid-19 se torna relevante diante de termos nossos profissionais da segurança pública atuando há com a exposição do próprio risco a vida e da sua saude sendo afetada pela natureza da atividade e que agora também acabam se expondo”, disse o chefe do Executivo.

O governador disse que esse será um legado para os gaúchos. “Então, para eles, para suas famílias, pelo numero de profissionais que temos e envolvido e aqueles ja aposentados, um grande numero de gaúchos que vão ter a garantia de, a partir desse hospital, atendimento adequado para sua saúd para recuperação neste momento da Covid e futuramente para outras enfermidades”, apontou.

Entre os novos, um deles é de isolamento. Há, ainda, outros 16 leitos clínicos no HBM, que serão destinados a tratamento de outras enfermidades.  A área conta ainda com sala de instrumentos e materiais, alojamentos, quartos de plantonistas e expurgo. Todo o projeto arquitetônico foi feito pelo Comando Militar do Sul.

“Sem duvida alguma o hospital ele é importante exatamente na prestação desse atendimento aos operados de segurança publica. Esse aumento da capacidade de atendimento fortalece cada vez mais a questão da saude como um todo, em especial aos policias, brigadianos, peritos, que estão mais expostos neste momento, porque nao pararam de trabalhar.”, disse o vice-governador.

Reforço também para policiamento

Além da ampliação da estrutura de atendimento médico, a BM recebeu importante ajuda de equipamentos para o policiamento ostensivo em todo o Estado. Com investimento de quase R$ 2,5 milhões, foram entregues sete micro-ônibus, sendo seis de recursos do Fesp/Detran (R$ 1,9 milhão) e um de recursos do Fesp/Saúde (R$ 320 mil).

Além disso, foram destinados à corporação 93 armas calibre 12, sendo 87 com recursos de emendas parlamentares (R$ 220,3 mil) e seis com recursos do Programa de Incentivo ao Aparelhamento da Segurança Pública do RS – Piseg-RS (R$ 15,2 mil) para o Comando Regional de Polícia Ostensiva (CRPO) Planalto–Passo Fundo.

Fonte: Correio do Povo