Ministério da Saúde inclui Policiais e Bombeiros nos grupos prioritários da vacina

260
Ministro da Saúde Marcelo Queiroga

Grande pressão das entidades surtiu efeito, a ASSTBM juntamente com a ABAMF e ASOFBM foram entidades que encaminharam ao Ministério da Saúde ofício pedindo por tal providência

Ministério da Saúde concordou na terça-feira, 30, com um pedido do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) para antecipar a vacinação de policiais e bombeiros que estão diretamente envolvidos no enfrentamento da pandemia de Covid-19. Uma reunião durante a tarde selou o novo entendimento da pasta, que deverá emitir uma nota técnica sobre o assunto na quarta, 31.

Segundo as novas regras, os grupos prioritários passam a contar com os profissionais das forças de segurança e de salvamento que realizam o transporte de pacientes com Covid-19, que fazem o apoio às ações de vacinação e que atuam na vigilância e no monitoramento das medidas de distanciamento social. Também serão beneficiados aqueles que prestam serviços de atendimento de urgência a traumas e acidentes e que ainda não foram imunizados.