Encontrado corpo de segundo bombeiro desaparecido em incêndio no prédio da SSP

234

Buscas ocorriam há uma semana

Bombeiros encontraram, no fim da noite desta quarta-feira, o corpo do segundo colega ainda desaparecido durante o combate ao fogo que consumiu, há uma semana, o prédio da Secretaria Estadual da Segurança Pública, no bairro Floresta, em Porto Alegre.

O 2º sargento Lúcio Ubirajara de Freitas Munhós, de 51 anos, que compareceu ao local do incêndio para ajudar, voluntariamente, teve o corpo localizado, carbonizado, cerca de cinco horas após as equipes de resgate chegarem à primeira vítima – o 1º tenente Deroci de Almeida da Costa, de 46 anos, que comandou a liberação das guarnições no dia do incêndio.

O governador Eduardo Leite e o vice-governador, Ranolfo Vieira Junior, concedem, à meia-noite, mais uma coletiva de imprensa, em frente ao prédio de oito andares, inutilizado pelo fogo. Mais cedo, Ranolfo revelou que Almeida teve o corpo esmagado, e não carbonizado. As buscas envolviam cerca de 120 homens, além de cães farejadores.

Quem eram os militares

Natural de Rio Grande, o tenente Almeida, com 22 anos de corporação, era casado e deixa dois filhos.

Já o sargento Munhós completou 31 anos de atividade como bombeiro. Natural de Lavras do Sul, ele era casado e pai de uma filha.

FONTERádio Guaíba