Assembleia Geral integrada das entidades rejeita a proposta de alteração da carreira apresentada pelo governo

4

Em Assembleia Geral conjunta, realizada nesta terça-feira (14), na sede da ABAMF Porto Alegre com as Diretorias Estaduais e Regionais da ABAMF, ASSTBM, AOFERGS e FERPMBM-RS, com a presença de associados e categoria em geral, os presentes REJEITARAM por unanimidade a proposta de mudança na carreira apresentada pelo Governo e encaminhada a Assembleia Legislativa na semana anterior.

A rejeição se deu pelo projeto não atender as expectativas da categoria, após anos de espera por uma carreira que valorizasse o trabalho dos servidores de nível médio da BM, esperava-se algo que trouxesse justiça e reconhecimento ao trabalho, o que não aconteceu.

Além da pauta da mudança na carreira, foram debatidos outros encaminhamentos da categoria, tais como:

1 – RECOMPOSIÇÃO DAS PERDAS INFLACIONÁRIOS

Recomposição das perdas inflacionários previstas em dispositivo constitucional.

2 – RECOMPOSIÇÃO DA VERTICALIDDAE DOS 3,05% DOS SGTs e SDs

Recomposição da diferença da verticalidade dos 3,05% dos sargentos e Soldados por ocasião da implantação dos subsídios.

3 – PARCELA DE IRREDUTIBILIDADE

Que seja alterado o entendimento quando a parcela de irredutibilidade, que qualquer recomposição salarial ou reposição inflacionária tenha incidência sobre esta parcela, sob pena de estagnação e perda do poder aquisitivo dos salários.

As entidades encaminharão a ata de resultado da assembleia ao governo e assembleia com as pautas aprovadas.

CONFIRA ENTERVISTA PRESIDENTE SANTELLANO A RÁDIO STUDIO 190