''É uma afronta'', reage comandante

33

O comandante-geral da BM, coronel Sérgio Roberto de Abreu, considerou uma “afronta ao Estado de direito” as ameaças feitas ao governador Tarso Genro por supostos policiais militares através de uma gravação em vídeo, divulgada nesta semana. Segundo ele, as atuais manifestações não têm sentido diante da iniciativa do governo em negociar a melhoria no vencimento dos brigadianos, buscando, assim, resolver uma histórica defasagem salarial herdada.

Civil investiga falsa bomba

A Polícia Civil confirmou estar investigando os protestos em defesa de reajuste salarial a praças da Brigada Militar e atribuídos a policiais militares, envolvendo queima de pneus e uso de bombas falsas. De acordo com o chefe de Polícia, Ranolfo Vieira Junior, em entrevista à Rádio Guaíba, em todas as cidades onde há indícios do crime foram instaurados inquéritos para apurar as responsabilidades dos envolvidos.

Em Porto Alegre, o titular da 1 DP, delegado Paulo césar Jardim, disse estar aguardando a comunicação da BM sobre as apurações para iniciar o trabalho investigativo.

Correio do Povo