BM assegura redefinição de horas extras para não prejudicar atividades

52

16658773Reunião realizada nesta segunda-feira durou cerca de três horas

comandante-geral da Brigada Militar, coronel Alfeu Freitas Moreira esteve reunido nesta segunda-feira (19) para discutir a concessão de horas extras a policiais militares e bombeiros. A reunião, realizada a portas fechadas, durou cerca de três horas. O comandante não quis falar com a imprensa, porém divulgou uma nota nesta tarde afirmando que está redefinindo a planilha de distribuição de horas extras para não prejudicar as atividades dos policiais e bombeiros.

Atualmente são pagas em torno de 75 mil horas por mês aos bombeiros em todo o Rio Grande do Sul, para suprir a defasagem de pessoal. O Estado tem 104 quartéis dos Bombeiros ativos. A Secretaria da Fazenda garante que recebeu, na última quinta-feira (15), um processo de excepcionalidade na área de segurança pública que garante a permanência de serviços básicos. As equipes deram início a análise do impacto financeiro.

Confira a nota:

NOTA PARA IMPRENSA

“O comando-geral da Brigada Militar vem a público informar que está redefinindo a planilha de distribuição dos valores de cotas de horas-extras, de modo que todos os postos de serviço que careçam desse recurso sejam contemplados, a fim de se manter inalterada a atividade dos policiais e bombeiros militares junto à população.”

Alfeu Freitas Moreira  – Coronel

Comandante-geral da BM

Radio Gaúcha