Na noite de sábado dia 25 de março foi dado o pontapé inicial nas reuniões interiorizadas para colher sugestões e ver a aceitação de alterações na carreira para os policiais militares. A reunião sob responsabilidade conjunta das entidades de classe, naquela cidade foi organizada pela Regional ABAMF e realizada na na Câmara de Vereadores local. Para que não fosse uma reunião demasiadamente longa e maçante a consulta para a categoria foi baseada em tópicos considerados importantes.

Presentes na reunião Dagoberto Valteman, diretor da ASSTBM, Jairo da Rosa, diretor da ABAMF, Célio Pereira, vice-presidente da AOERGS, João Kroth presidente da Regional ABAMF que presidiu a reunião com acompanhamento de sua diretoria e também representantes do Grupo Bravo.

Os tópicos utilizados para consulta foram os que seguem:.

 

“Tópicos de debate para as reuniões”:

1- Exigência de ensino superior como pré requisito de ingresso na base dá instituição;

2- Preenchimento dos cargos vagos;

3- Retorno das graduações de “Cb, 3°Sgt e 2°Ten”;

4- Carreira de Sd à Cap, sendo os oficiais de carreira do quadro Auxiliar de Policia;

5- Regras de transição bem estabelecidas para o efetivo atual da corporação;

6- Permanência dá promoção na reserva;

7- Reforma na porcentagem de ascensão por antiguidade.

 

Durante a votação foram esclarecidas algumas duvidas em relação aos tópicos e por decisão unânime foi recusado o tópico 3 e sugerida que a ascensão na carreira seja 50% por antiguidade e 50% por mérito, igualando assim os percentuais.

Os demais tópicos foram aceitos por unanimidade.

Texto Dagoberto Valteman

Jornalista – MTB 15.26

 

Na noite de sábado dia 25 de março foi dado o pontapé inicial nas reuniões interiorizadas para colher sugestões e ver a aceitação de alterações na carreira para os policiais militares. A reunião sob responsabilidade conjunta das entidades de classe, naquela cidade foi organizada pela Regional ABAMF e realizada na na Câmara de Vereadores local. Para que não fosse uma reunião demasiadamente longa e maçante a consulta para a categoria foi baseada em tópicos considerados importantes.

Presentes na reunião Dagoberto Valteman, diretor da ASSTBM, Jairo da Rosa, diretor da ABAMF, Célio Pereira, vice-presidente da AOERGS, João Kroth presidente da Regional ABAMF que presidiu a reunião com acompanhamento de sua diretoria e também representantes do Grupo Bravo.

Os tópicos utilizados para consulta foram os que seguem:.

 

“Tópicos de debate para as reuniões”:

1- Exigência de ensino superior como pré requisito de ingresso na base dá instituição;

2- Preenchimento dos cargos vagos;

3- Retorno das graduações de “Cb, 3°Sgt e 2°Ten”;

4- Carreira de Sd à Cap, sendo os oficiais de carreira do quadro Auxiliar de Policia;

5- Regras de transição bem estabelecidas para o efetivo atual da corporação;

6- Permanência dá promoção na reserva;

7- Reforma na porcentagem de ascensão por antiguidade.

 

Durante a votação foram esclarecidas algumas duvidas em relação aos tópicos e por decisão unânime foi recusado o tópico 3 e sugerida que a ascensão na carreira seja 50% por antiguidade e 50% por mérito, igualando assim os percentuais.

Os demais tópicos foram aceitos por unanimidade.

Texto Dagoberto Valteman

Jornalista – MTB 15.26

Deixe um comentário