Nota ASSTBM sobre oportunismo político contra a Brigada Militar

2171

No dia 21 de Fevereiro o Deputado Matheus Gomes do PSOL utilizou a Tribuna da Assembleia Legislativa para afirmar e citar pesquisa onde PMs negros afirmam que sem a farda, ou seja, trajando a Civil, tem medo das abordagens da própria corporação. A ASSTBM procurou por todos os meios inclusive junto a BM a referida pesquisa citada pelo Deputado, porém, a busca restou inexistente. Além de que a ASSTBM discorda do posicionamento do referido Parlamentar ao indicar que nossa corporação vai colocar na parede 21% da população gaúcha somente porque são negros.

Reiteramos que nossa BM é formada por homens e mulheres, brancos, negros, pardos e por todas as etnias presentes no povo brasileiro e que não existe discriminação racial, sexual ou de classes sociais no atendimento a população, são milhares de ocorrências atendidas anualmente inclusive assegurando os direitos dos Negros, brancos, Índios, pardos, LGBT, pobres, ricos e toda forma de ser humano que compõem a nossa sociedade.

Portanto, a ASSTBM discorda do processo político que visa desacreditar os integrantes da BM junto a população, sabemos que o Fundo desta política tem como objetivo o fim das PMs no Brasil , na qual nossa entidade não concorda, somos a favor da modernização mas não da extinção.