LDO foi aprovada por unanimidade na Assembleia Legislativa 

A Lei de Diretrizes Orçamentárias foi aprovada por unanimidade na Assembleia Legislativa, na tarde desta terça-feira. A LDO prevê margem de 7,2% para reajuste de servidores no próximo ano.

O relator do orçamento, deputado Adroaldo Loureiro, do PDT, projeta que, a partir da aprovação do plano de sustentabilidade, o governo terá margem para avançar com mais investimentos em saúde e educação.

Historicamente, o Plano Plurianual, que estabelece as metas do governo para os quatro anos, é votado antes da LDO. Devido a uma mudança constitucional, a votação desta vez está prevista para agosto.

Com isso, os deputados encontraram dificuldades para votar emendas prevendo investimentos em escolas, por exemplo, e apresentaram emendas indicativas. A presidente da Comissão de Finanças da Assembleia, Maria Helena Sartori, do PMDB, afirma que espera o comprometimento do governo para que as emendas sejam cumpridas.

Uma das emendas aceitas foi um projeto com quinhentas assinaturas, propondo que as obras de ligação asfáltica aos municípios do interior do Estado sejam mantidas.

RÁDIO GAÚCHA

Deixe um comentário