Bancada do PT quer discutir piso de policiais com governadores, diz líder

29

Deputados petistas se reuniram nesta quinta-feira (18) com Gleisi Hoffmann. PEC 300, que estabelece piso salarial para policiais, foi um dos temas.

O líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Teixeira (SP), que a bancada petista quer discutir com os governadores a Proposta de Emenda à Constituição 300, que estabelece um piso nacional salarial para policiais e bombeiros.

“A bancada, neste diálogo, achou importante chamar os governadores para debater o tema da segurança”, disse Teixeira após almoço entre a bancada do PT e a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann.

O deputado afirmou que há o temor de que a PEC prejudique o pacto federativo. “Sobre a PEC 300, o que o governo percebe é que pode ferir o pacto federativo na medida em que você, através da Constituição, define um valor de salário a ser pago pelos estados”, afirmou.

Durante o almoço, Gleisi disse que o governo tem limitações para aprovar projetos que geram aumento de gastos para o Executivo. “É claro que temos interesse em atender esses setores, mas trabalhamos como uma limitação que é do tamanho do bolso do contribuinte.”

Outro tema discutido foi a emenda 29, que fixa os percentuais a serem investidos anualmente em saúde pela União, estados e municípios.

Gleisi Hoffmann também tratou da crise política com a bancada petista e afirmou que o partido tem que defender o governo. Segundo ela, não é possível achar “que não tem problema, a base é muito grande, com visões diferentes, pensamentos diversificados e é aí que o PT é fundamental, a resposta da bancada está aqui, na defesa do governo”.

Para Paulo Teixeira, a crise “não afeta a governabilidade”. Segundo ele, mesmo após a queda de ministros, o governo conseguiu aprovar matérias importantes no Congresso.

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, participou do almoço e fez aos deputados um relato sobre a execução do PAC e das obras de infra-estrutura nos estados.

Sandro LimaDo G1, em Brasília