Com o quarto PIB do País, RS é 18º Estado em investimentos em segurança

38

Brasil aplicou R$ 47,5 bilhões no setor em 2010

Os gastos com segurança pública no Brasil totalizaram R$ 47,5 bilhões em 2010, um crescimento de 4,4% em relação ao ano anterior. O Rio Grande do Sul investiu R$ 156.856.621,65 em policiamento em 2010, uma variação de 24,34% em relação a 2009. Mesmo com um acréscimo significativo, o Estado ainda é o 14º no ranking dos investimentos no setor. No ano anterior, havia ficado na mesma colocação. O Produto Interno Bruto (PIB) do Rio Grande do Sul, porém, é o quarto do Brasil, perdendo para os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Na proporção entre receitas e investimentos em segurança dos Estados, o Rio Grande do Sul é o 18º, com 7,5%. O Estado que compromete mais receita com o setor é Minas Gerais com 13,5% das finanças. O menor índice de investimento é no Distrito Federal, onde o governo distrital compromete apenas 1,2% das receitas com a área.

Foi o que mostrou o 5º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, formulado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública – produzido pela organização não governamental Fórum Brasileiro de Segurança Pública em parceria com o Ministério da Justiça. Considerado a principal fonte de informação sobre o setor no Brasil, o documento foi apresentado hoje em Brasília, durante a 2ª Conferência do Desenvolvimento (Code), do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)

Os gastos com segurança pública, incluindo as despesas dos municípios, representaram em 2010 1,36% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, ou 9,27% da arrecadação de impostos. A proporção, por exemplo, é superior à da França, que despende 1,30% do PIB com o setor.

“O Brasil já gasta muito com a área e, se não pensarmos na qualidade desse investimento, continuaremos destinando muito dinheiro para resultados ainda não satisfatórios. É preciso discutir a eficiência do gasto público”, pondera Renato Sérgio de Lima, secretário executivo do FBSP.

Em 2010, a União acrescentou 33,5% aos investimentos em segurança pública, atingindo R$ 9,7 bilhões e, assim, superando as despesas do Estado de São Paulo no setor – historicamente o governo paulista realizava gastos acima do governo federal nesta área –, que foram de R$ 7 bilhões, em 2010, ante gastos de R$ 9 bilhões, em 2009, uma queda de 22% no período.

Fonte: Jerônimo Pires / Rádio Guaíba