ASSTBM busca esclarecer causas da reprovação servidores com AFE

72
Na tarde de hoje (25) o Diretor de Assuntos Políticos e Institucionais da ASSTBM Alex Caiel e o Sgt Dagoberto Valteman, participaram de reunião com o Comandante da EsEF Major Ruzicki e a Tenente Silvia, afim de esclarecerem as causas da eliminação na prova física de inúmeros servidores com AFE para os cursos internos da Brigada Militar. Na oportunidade ficou esclarecido que a aplicação dos testes se deu de acordo com o Edital do Certame normatizado por NI . A Tenente Silvia, graduada em Educação Física, explicou que a fórmula de VO2 Máximo de ROCKPORT e de Milhas, se tratam da mesma fórmula, simplesmente tendo apresentação e autoria diferente, onde em uma há a necessidade de converter o peso corporal em libras para efeitos do cálculo e na outra a conversão é feita automaticamente. Não obstante salientaram que o VO2 para o caso dos servidores cardíacos, quem dá é o próprio médico do servidor, sendo que a Banca simplesmente lança o VO2 fornecido pelo médico na tabela única de avaliação física, disponível no Edital do Certame, sendo que neste caso, a pontuação obtida pelo servidor é multiplicada por dois, alcançando 211 pontos ou mais o servidor é considerado apto. Assim, a orientação aos servidores é manejarem os devidos recursos e, caso tendo havido algum erro, o mesmo sendo constatado, será deferido. Não obstante, o Major Ruzicki colocou a EsEF a disposição de todos os servidores, seja presencialmente  ou por telefone, para o esclarecimento de toda e qualquer dúvida.
Fotos; Dagoberto Valteman