Familiares de PMs realizam protesto em apoio a policiais

51

famiBrigadianos não saem dos quarteis em protesto contra o parcelamento dos salários
Familiares de policiais militares de Porto Alegre realizam protesto, na manhã desta segunda-feira, em frente à sede 9º Batalhão de Polícia Militar (BPM), na avenida Praia de Belas, em Porto Alegre, em apoio aos PMs que permanecem dentro dos quartéis e só devem sair às ruas para atender ocorrências de risco contra a vida. A medida é contra oparcelamento de salários dos servidores estaduais. As mulheres bloqueiam momentaneamente o trânsito na Praia de Belas. Cada vez que a sinaleira abre, o tráfego de veículos é interrompido por 20 segundos.

As entidades representativas da Brigada Militar orientam a população gaúcha a não sair de casa hoje, pois não poderão garantir o policiamento ostensivo. O protesto de brigadianos começou nesse final de semana, quando PMs se negaram a cumprir rondas alegando falta de documentação em viaturas. Em nota divulgada na noite desse domingo, o comandante geral da Brigada Militar, coronel Alfeu Freitas, afirmou que as manifestações junto aos quarteis não serão repelidas, mas que os policiais devem atender aos chamados por qualquer meio de transporte (bicicleta, motocicleta, a pé, a cavalo).

Já os funcionários da Polícia do Rio Grande do Sul prometem fazer uma operação padrão a partir desta segunda-feira. Em delegacias, os policiais registram apenas ocorrências criminais, deixando de lado queixas como roubo ou perda de documentos e até acidentes de trânsito. A Associação dos Delegados de Polícia também afirmou a tendência de suspensão de investigações e operações em andamento.

Fonte:Eduardo Paganella/Rádio Guaíba