BM duplica número de policiais que atuam na Operação Avante entre Porto Alegre e Novo Hamburgo

1013

20748097Regiões mais críticas da Capital e arredores passarão a contar com 407 brigadianos no policiamento ostensivo

A Brigada Militar anunciou, na manhã desta quinta-feira, a terceira fase daOperação Avante, ação iniciada em janeiro deste ano para coibir a criminalidade em zonas mais vulneráveis de Porto Alegre e Região Metropolitana. A grande novidade desta nova etapa é que a operação passará a contar com o dobro de efetivo.

Conforme o subcomandante da BM, tenente-coronel Andreis Silvio Dal’Lago, o número de brigadianos passará de 200 — total de policiais que vêm atuando desde março — para 407.

A duplicação foi possível a partir do remanejamento de mais de cem policiais do interior do Estado e outros cem da Capital para se dedicarem especificamente a esta operação. Eles atuarão em zonas específicas do eixo Porto Alegre-Novo Hamburgo, área que concentra quase 80% do total das ocorrências criminais.

Assim como vêm atuando desde o início, a operação terá como foco os crimes mais comuns: homicídio doloso, latrocínio, roubo a pedestre, roubo de veículos, roubo a transporte público e roubo a estabelecimentos comerciais. Além disso, conforme anunciado por Dal’Lago, o objetivo a médio prazo é reforçar, também, a segurança no entorno dos estabelecimentos de ensino da Capital.

Essa nova etapa faz parte do Plano Estratégico de Segurança Pública, anunciado no final de junho pelo Governo Estadual, que prevê um aumento no aporte de recursos para a questão da segurança. Até então, eram investidos R$ 1 milhão por mês na operação. A partir de agora, o valor dobrará, ficando em R$ 2 milhões mensais.

Durante o evento na manhã desta quinta-feira, realizado no Largo Glênio Peres, estiveram presentes o Secretário da Segurança Pública do RS, Wantuir Jacini, o prefeito José Fortunati, o comandante do policiamento da Capital Mário Yukio Ikeda, além do efetivo que fará parte da nova fase da operação.

ZERO HORA