Historicamente o plano de carreira da Brigada Militar foi assunto controverso, onde a maioria dos integrantes da corporação queixa-se por  não atender as expectativas de ascensão profissional, seja por tempo de serviço ou por mérito intelectual. A ASSTBM e ABAMF, entidades que institucionalmente representam os servidores de nível médio da corporação, independente do momento de luta por manutenção de direitos e garantias, historicamente conquistadas, temos consciência de que é necessário iniciar a discussão sobre o assunto.

 Para que possamos desenvolver o assunto, elaboramos um questionário  para que todos possam dar sua contribuição neste debate. 

Deixe um comentário