Tendo em vista ser o plano de carreira um dos anseios da categoria, a ASSTBM junto com demais entidades e grupos de trabalho,  iniciam a discussão sobre o assunto. Deixamos na página da entidade uma pesquisa pelo período de 10 dias ( de 20/01 a 30/01 ), com a participação de 2662 policiais que visitaram o site neste intervalo de tempo. Esta enquete não tem por finalidade definir quesitos para a proposta de novo plano de carreira, apenas servir de parâmetro inicial pára a discussão do assunto, que será AMPLAMENTE debatido e divulgado, para só depois,  com o aval da categoria  ser definido qualquer mudança na carreira dos servidores. 

A pesquisa foi dividida em 3 partes, assim descritas:

SOBRE POSTOS E GRADUAÇÕES  

onde foi opinado sobre a estrutura e forma de ascensão para cada posto  ou graduação, confira como opinaram os participantes.

FOI PERGUNTADO QUAL O INTERSTÍCIO MÍNIMO ENTRE CADA POSTO OU GRADUAÇÃO, FICANDO ASSIM AS RESPOSTAS PARA CADA UM ( considerando a existência de TODOS os postos e graduações, independente de vir a existirem ou não)

 

QUANTO AO GRAU DE INSTRUÇÃO

foi opinado sobre exigência mínima de instrução para acesso a cada posto ou graduação ( considerando a existência de TODOS os postos e graduações, independente de vir a existirem ou não)

 

PERGUNTAS DE ASPECTOS GERAIS

PRINCIPAIS COMENTÁRIOS 

  • Acredito que seja ideal para adequar o plano de carreira o retorno de todos os postos e graduações. Sendo o merito para as promoções somente a antiguidade com seus respectivos interstícios de tempo. Para sermos devidamente valorizados o idela seria o nível superior para o ingresso na carreira na BM.
  • Pq não prever o subtenente. Assim volta o status anterior e se aproxima das PM que sao referência São Paulo Minas Paraná Santa Catarina. Qudo se falarefere em ascensão a oficial 2ten deve será partir de qualquer curso superior. Se pretende chegar capitão tem que ser direito. Não existe interstício de 2anos tem que ser cinco anos no mínimo de queremos carreira seria e duradoura.
  • Existe um deficie de tenentes em todas as cidades. Devido a falta de Perspectiva os tenentes estão pedindo a reserva.
  • mudar umas mentalidades de alguns of.superiores.
  • Penso que a carreira de oficiais deveria começar como aspirante a oficial.
  • Acho q mexer com o plano hoje de uma hora pra outra seria ruim, vou dar um exemplo hoje tenho chance de chegar a 1 ten, pois de bm tenho 10 anos com 7 anos de exército, fecha 17 anos e se voltasse cabo e interticio de 7 anos chegaria a 3 sgt de fininho…
  • Não há plano de carreira, hoje há um plano de aposentadoria que está fadado ao fracasso, a previdencia nao irá suportar tal barbarie, não há possibilidade financeira de se contribuir anualmente X durante 25 anos, 2 vezes x durante 2 anos e 3 vezes x durante 3 anos e passar mais 30 anos recebendo 4 vezes X. É MATEMATICA SIMPLES, sem falar na total falta de incentivo e perspectiva da tropa, motivo pelo qual varios vão buscar a PC E SUSEPE onde é valorizado a meritocracia.
  • Não temos garantia hoje de uma promoção e acabamos ficando desmotivado
  • O atual plano gera uma quimérica esperança de ascender aos 7 anos e ainda gera uma disputa interna, quando q nas demais categorias da segurança pública as promoções ocorrem por tempo de serviço entre e ou mérito , mas o interstício não pode ser maior q 5 anos pois também não se conseguirá ascender até grau hierárquico q atualmente se vai, mas outro ponto a ser discutido é o oficialato por concurso interno para cursos além do direito como ocorre no EB ou na Marinha, já q carreira única quase impossível ser conquistada aqui no sul .
  • Acredito que os interstícios entre os postos deva se dar de forma automática, independente de haver vagas ou não para o posto. Dessa forma fica assegurado o acesso ao posto de forma automática.
  • Acho que para graduar nao deve ter concurso, ser chamado conforme intersticio e fazer um aperfeiçoamento para a graduaçao que vai assumir.
  • Já passou dá hora de estabelecermos um plano de carreira, que realmente valorize aqueles que já vem contribuindo, a mais tempo para engrandecer o nome da gloriosa Brigada Militar.
  • Existem aproximadamente 919 Vagas de 1º Sgt, 3509 de 2º Sgt e 1872 de 3º Sgt, que não estão preenchidas, as vagas de 3º Sgt, de acordo com dispositivo legal, a medida que não há possibilidade de serem ocupadas de acordo com o atual plano de carreira, devem ser distribuídas, aumentando-se as vagas de Ten, 1º Sgt e 2º Sgt respectivamente em 20, 30 e 50%. Portanto se a lei fosse devidamente cumprida, não haveria necessidade de se discutir o plano de carreira. Vagas tem, a lei existe, é só cumprir.
  • Quase perfeito o atual plano, bastando apenas a carreira única, tendo o sd a oportunidade de chegar a Coronel com concurso interno e não aberto só civil…
  • Somos a unica instituição de nível médio no país de que não ´possui um plano de carreira para quem incluiu após o ano de 1997. Sem expectativa de ascensão deve ser extinto o concurso interno para sgt, e sim somente por antiguidade. Assim sera dado valor a quem incluiu antes na bm, pois os oficiais fazem concurso uma única vez, e nós ficamos se matando entre nós mesmos. É vergonhoso ser praça no RS.
  • Sem um plano de carreira que incentive a permanência nas fileiras da Bm é natural que os colegas migrem para outras instituições. Promover é valorizar o policial militar..
  • tomara que saia de uma vez um plano decente, não pra contenta meia duzia como esta agora
  • Conforme diz o regulamento da Brigada Militar após a extinção dos 3 sgt, todos teriam que ser promovidos a 2 sgt desde q houvesse vagas, sou 3 sgt já fazem quase 6 anos, pelo q sei há mais de 3 mil vagas e ninguém ta sendo promovido, mas estão pagando as diferenças. Tá na hora de chamar todos que ja estão c tempo.
  • Estamos sem expectativa de crescimento na carreira abandonados a própria sorte com um concurso interno para o ctsp desigual que dá 30 % apenas de chance de entrar por mérito ou seja mais fácil passas em medicina na ufurgs
  • Valorização intelectual e tempo de serviço, pois a teoria jamais superará a experiência, selecione bem na porta de entrada o tipo de sócio que frequentará as dependências do clube e, saberás o nível do ambiente.’.
  • Parabéns pela iniciativa da pesquisa, fomenta um debate e a construção de um plano de carreira mais justo para os Praças da BM. Quero destacar que precisamos ter uma garantia de ascensão funcional não somente atrelado a abertura de concurso interno e percentuais. Mas também dar Oportunidade de ascender através do mérito Fraterno Abraço..
  • Achei que o questionário limitou a ascensão do tenente somente por mérito intelectual para ascensão a Cap sou convicto que para ser tenente deveria ser só por mérito intelectual como era mais a mudança é urgente sou tenente a 15 anos e passei no concurso por mérito intelectual e éramos valorizados algo que não ocorre hoje
  • A ascensão deverá ser parecido com a de nível superior, estabelecendo pontuação por títulos , incentivando o aprimoramento profissional, caso não haja estímulo o veterano vai ficar esperando cair do céu e não teremos tropa qualificada.
  • Chegou a hora, de termos um plano de carreira, com promoções automáticas, vamos em frente
  • Plano de carreira é valorizar quem está ingressando na corporação
  • A Brigada Militar deixou um claro de 4000 vagas de 2º Sgt e isso trouxe prejuízo aos atuais servidores, creio que alem de mudar a carreira o minimo que deveria ser garantido era o de promover todos os servidores uma vez ao ano até que sejam todos realocados nas graduações ao qual teriam de estar, tipo soldado que tem 4 ou mais anos ja sair cabo na proxima data, quem ja saiu cabo a um ano e tem 8 anos, passa a 3º, e assim sucessivamente, tipo já é 3º e tem mais de 12 anos sai 2º, quem for 2º e tem mais de 16 anos sai 1º, e assim em uns seis anos se corrige a injustiça de sermos a unica instituição dentro do estado que não possui um plano de carreira por antiguidade. Creio que o correto é cobrar nivel superior para novos servidores, não trazendo prejuizo aos atuais, até na co-irma policia civil não deixaram de promover os servidores que tinham e ainda tem somente ensino medio. OBS: Também acredito que deve ser cobrado além do tempo de serviço para ser promovido estar no minimo em comportamento bom, para desta forma valorizar os bons servidores.
  • Assim que adquirir estabilidade ja inicia a ascensão. Nível superior para inclusão.
  • Plano arcaico o qual não proporciona incentivo nenhum em permanecer na corporação.
  • O plano de carreira tem que dar um incentivo ao policial em continuar na carreira, e nao como esta acontecendo que todos os anos perdemos MEs pois nao tem mais o que “fazer” na BM pois ja chegaram no ultimo cargo e vao embora com um cargo acima.
  • acredito que o plano de carreira deve ser tratada com prioridade, assim como inclusão e curso superior para incluir na Brigada e Bombeiros.
  • o plano de carreira atual esta estagnado e o policial desmotivado na ascensão principalmente os 3º sgt, que ja são os veteranos que ficaram no minimo 23 anos como soldados e ainda foram promovido uma graduação em extinção que nao lhe oferece motivação e tranca os demais servidores na progressão…pois em quanto os 3º sgt nao forem convocados para o CTSP, a fila de espera nao anda trancando os demais soldados.
  • Acredito que devemos lutar pelo completamento dos quadros, beneficiando os atuas 3º Sgt e Sd por antiguidade, mudanças agora sem levar em consideração essa massa que esta trancada nessa atual conjuntura seria uma injustiça, colocar agora 70-30 no curso de 2º SGT seria uma injustiça conosco que viemos a anos tendo apenas 30 por cento das vagas por concurso e agora que estamos perto ( relativamente) por antiguidade mudasse tudo novamente e nos que temos mais de 10 anos de serviço seriamos prejudicadas novamente, pq quando entramos não tivemos a opção de tentar o ascensão por concurso e ainda tivemos que esperar 7 anos para poder disputar uma vaga por mérito intelectual. acredito que tudo deveria começãr pelo completamento dos quadors de 2º e 1º SGT de forma a beneficiar aqueles que por antiguidade ja se encaixam no nr de vagas quer sejam 3º SGT ou SD. grato pela oportunidade!
  • A minha situação é igual a de milhares de colegas nesta fase entre 10 e 20 anos fomos e estamos sendo prejudicados pois não sairemos 3º Sgt, tivemos que esperar 7 anos para poder participar de concurso, cursos raros e muito pequenos e agora que estamos praticamente dentro do numero de vagas ( a nossa totalidade inclusive já ganha diferença) querem mudar tudo e novamente seremos imensamente prejudicados, acredito que qualquer mudança deveria partir do completamento das vagas por antiguidade para não prejudicar a todos nós (maioria) que temos apenas nível médio, e estamos esperando por uma vaga no curso a mais de 10 anos, 12 anos, deve ser levado em consideração que já executamos as funções de 2º e 1º sgt em nossas unidades e já ganhamos como tais, mudanças nessa conjuntura agora deve levar isso em consideração pois como é meu caso já ganhamos diferença ha muitos anos e isto já esta no nosso orçamento e somos milhares nessa situação. assim se completarmos os quadros com esse pessoal que já desempenha as funções e já ganha como graduado, não haveria prejuízo ao erário nem ao efetivo e dai então poderíamos implementar mudanças sem gerar desconforto, indignação, tristeza e prejuízo ao nosso já massacrado efetivo. obrigado pela oportunidade.
  • A implantação de um Plano de carreira efetivo, por tempo de serviço associado ao nível intelectual do servidor como curso superior entre outros deve ser implantado de imediado. Porém o Estado deve respeitar os aprovados no último CTSP, haja visto que em todos os outros anteriores foram convocados pelo menos 150 candidatos aprovados por concurso, vagas existem, são 3509.
  • Somando o temp de sv promocao de 4em4.anos
  • Deve contemplar todos tanto como intelectual como por antiguidade (merecimento)com interstício diferentes pra cada um, sendo intelectual podendo chegar ao posto máxima do nível médio.
  • Gostaria que o plano de carreira fosse parecido com o dos oficiais da brigada,concurso para ingressar como soldado e de acordo com o tempo de serviço fosse promovido,com cursos de capacitaçao no sistema ead.
  • Somente na BRigada Militar que após um passar por seleçao em um concurso público não há ascençao profissional, somente mediante outro concurso ainda mais dificil ou esperar quando tiver na iminência de se aposentar. Ex mudança de nivel na polícia civil ou até mesmo na susepe, e por qual motivo a brigada não segue como para ingresso no graduação de soldado com NIVEL SUPERIOR em qualquer área? Obrigado
  • Acredito que qualquer Plano de Carreira que for proposto não irá contemplar a todos os interesses mas, devemos ter em mente o equilíbrio e os impactos futuros, evitando ao máximo uma estagnação com vivemos hoje. Muito obrigado por poder dar esta singela contribuição à nossa importante categoria!
  • Não obrigado.
  • O ideal seria que fosse eliminado à promoção por mérito e fosse adotada à promoção por tempo de serviço com interstício de 5 anos entre cada graduacao. Sendo assim com 25 anos de serviço o militar seria promovido à tenente, posto no qual terminaria sua carreira.
  • Sugestões: Novas inclusões somente com nível superior. Criar um plano de carreira de transição entre os da ativa que permita ascensão se já tiver curso superior , ou se adquiri-lo antes da reserva. Todos incluem como Soldado, após 5 anos abre-se concurso interno para ascensão. Todos avançam na carreira através de um sistema de educação continuada (anual) com pontuação linear acumulativa, que permita aos mais competentes (sem apadrinhamento com um sistema aberto a consultas e auditado anualmente) chegar ao Posto de Coronel aos 30 anos de serviço (somente será promovido a Coronel se este firmar compromisso de trabalhar no mínimo até 35 anos de serviço. A partir do Posto de Major exigir formação superior “também” em Ciências Jurídicas. Demais Graduações e Postos: se o PM atingir uma pontuação acumulativa mínima de “X” este ganha uma promoção ao completar 30 anos de serviço, desde que firmado compromisso de trabalhar no mínimo até 35 anos de serviço. (Ex.: 1º Ten com 30 anos de serviço, tendo pontuação e interesse em continuar na carreira até 35 anos é promovido a Cap.)
  • A escolaridade exigida para ascensão na carreira deve ser a mesma para inclusão. Porquê se é exigido nível médio para inclusão não pode ser exigido um nível superior para ascensão. O ideal seria que fosse exigido nível superior para inclusão, mas nesse caso quem já está deve ser considerado em condições de ascensão.
  • Acho que o plano de carreira atual deve ser levado mais a serio,promover quem tem q ser promovido,nas datas certas,obrigado.
  • Acredito que a inclusão para soldado pode continuar com o nível médio, mas já a ascensão a graduação de sargento com nível superior, acho hoje o interstício atual de soldado para sargento exagerado.
  • Esta e uma maneira de valorizar a classe incentivando os que ja estao e artaindo novos soldados pois do jeito que esta a Bm esta servindo de trampolim, os novos soldados entram e acabam desanimando pela incerteza do futuro.
  • As únicas coisas que vejo estar deixando os novos e demais preocupados e a ascensão principalmente para oficial não ser apenas direito e sim qualquer faculdade ou algumas específicas para que possamos nos organizar e correr atrás o quanto antes,sobre postos de nível médio pode até voltar todos mas no critério intelectual para que seja justo a aqueles que se dedicam e correm e fazem a diferença na instituição não deixando apenas o tempo passar.
  • o plano atual requer mudança urgente, sob pena de que varios ME passarão uma carreira inteira na graduação de soldado, indo apenas na RR como 2º Sgt, isso caso não seja retirada a promoção na reserva.
  • Para ingresso como soldado qualquer Graduação e para Ascenção cursos de Gestão ou Administração ajudariam a instituição a melhor atender os seus integrantes e maior produtividade no serviço. Gestão de Recursos Humanos para os postos de sargento e Administração ou Gestão Pública para os postos de Tenente. Acredito que os resultados teriam maior eficácia.
  • Considerando que a BM é a única instituição que não existe um plano de carreira escalonado por tempo de serviço.
  • A única instituição que não possui plano de carreira, e, somente aos praças, é a BM. Na Susepe como exemplo servidores que ingressaram em 2011 já foram promovidos a classe B, na Polícia Civil é semelhante a Susepe, enquanto temos PMs que incluíram em 1997 e 1998 que continuam como Soldado. Fica difícil assimiliar essa diferença de tratamento aos servidores de nível médio da BM.
  • Em dias atuais somos a única instituição policial, que não possui plano de carreira para os praças. Portanto está passando da hora de votar um plano de carreira, com ascensão na carreira de modo a valorizar, a instituição. E assim cada um cumprindo as suas atribuições referente a função. Conforme quadro da instituição.
  • Com o fim do nível médio deveria ser promovidos todos os terceiros sargentos , uma vez que é uma graduação em extinção.
  • Nós do nível médio dá BM, precisamos de um novo plano de carreira.
  • O praça sempre sendo rebaixado, pois sempre querem retroceder quando se fala em plano de carreira, nunca vi os oficiais discutir em voltar atrás a algum posto no plano de carreira! Eles sempre discutem com aumento no posto pra cima, nunca voltar pra depois melhorar lá adiante. Não adianta picar as graduações, pelo contrário deveriamos diminuir as graduações e postos para efetivamente serem ocupadas. Se não o infeliz do sd leva 30 anos pra ser 1° tenente enquanto outro de fora de instituição chega ao posto de capitão com 2 anos!
  • Pensem na instituição brigada militar, não em individualidades, guerra de beleza, pois a brigada militar somos todos nós, temos que unir todos, do soldado ao coronel, se continuar essa divisão histórica, vamos acabar sendo extintos, pois os oficiais sempre serão a frente e o comando dá tropa, não perderam seus poderes, se bobear terão um poder muito maior, com o apoio dá tropa toda, PEÇO QUE PENSEM EM UNIÃO E NA MELHORIA DE TODOS, DEIXEM DE LADO DESAVENÇAS E RANCORES HISTÓRICOS., ABRAÇO
  • Para mim está bom, mas deve melhorar, porque pra quem entra agora não é nada bom.
  • O atual momento não temos um plano de carreira justo, tenho 10 anos de serviço e só agora pude fazer meu primeiro concurso e com poucas vargas. Existem vagas aos montes de segundo Sgt pois muitos soldados já ganharam diferença de Sgt. Então porque a instituição não faz um plano como o do Exército brasileiro, promoção por tempo de serviço. Hoje tenho 36 e não tenho nenhum espectativas de promoção. Espero que esse senário mude para o bem de todos e valorização dos servidores da segurança pública.
  • Precisamos por a mao na consciencia, e fazer com que esse novo plano atenda o anceio de toda classe de nivel medio. Que consigamos fazer com que nossa classe possa ter o reconhecimento que merece. Nivel superio ja!!
  • Quanto as questões de Grau de instrução, sugiro que aos atuais integrantes da corporação que a exigência continue sendo o grau de Ensino Médio, para ascensão interna, ou prazo razoável para adaptação, sem prejuízo na carreira. Para inclusão sim, exigência de Ensino Superior em qualquer área. E considerando os atuais integrantes com mais de 10 anos de Brigada Militar, meu caso, que em 2016 tiveram sua 1º oportunidade de tentar o CTSP, com poucas vagas disponibilizadas para o certame e a possibilidade de ascender ao grau hierárquico de 2º Sgt, considero a volta de Cabos e 3º Sgt um retrocesso.
  • Quando vai existir mesmo um pano de carreira, para a única organização que não tem…
  • a ascensão para os praças deve ser no mínimo 70% pelo intelectual e 30% antiguidade.
  • Somos contrano ingresso com nivel medio,a pergunta deveria conter a opção nenhuma delas. Não abrimos mão do concurso com nível superior para ingresso nas fileiras da Brigada Militar. É imprescindível que a brigada militar tenha nível superior assim como a SUSEPE e a polícia civil como forma de valorizar seus integrantes, valorizar a carreira e esses policiais que são vocacionados em toda sua maioria.
  • Esta na hora de mudar!
  • Para uma melhor prestaçao nos serviços temos que possuir no minimo nivel superior
  • VOLTAR OS CURSOS DE 2° SGT EM ABRIL E NOVEMBRO COM N° DE VAGAS ELEVADO COMO ERA ANTERIOR
  • Sou 1º Ten à 14 anos e da forma que encontra-se permanecerei mais 03 anos, não expectativa nenhuma na atual situação.
  • que seja feita justiça não prejudicando os veteranos que estão amparados em lei mas o governo não chama para curso fazendo que a idade os peque e vao precocemente para a reserva.
  • O POLICIAL MILITAR TERIA Q SER MAIS VALORIZADO PARA TER ESTIMULO PARA FICAR ALEM DO SEU TEMPO NAS ATIVIDADES…
  • Enquanto a entrada não for com nível superior e somente como Soldado não acredito em nenhum outro plano.
  • Devemos manter plano de carreira somente por mérito.
  • Aprovem
  • Tenho 33 anos de efetivo serviço.sou 3 Sgt desde 2001. Qual minha situação? Vou a segundo Sgt direto? Compulsória me pega em junho 17.
  • É preciso existir um incentivo na carreira da BM, estamos no escuro sem estimulo nenhum, tanto do governo quanto da BM.
  • INCLUSÃO COM NÍVEL SUPERIOR E PROMOÇÕES SOMENTE POR ANTIGUIDADES
  • Quando da implementação do plano de carreira, Sejam promovidos todos aqueles dentro do respectivo tempo de serviço, com mais uma promoção assegurada, independentemente de possuir curso superior ou não, até adequação do plano. Ocorrendo as promoções no devido tempo (andando o plano de carreira), as vagas podem ser 70% antiguidade e 30% concurso, visto que ocorrerão promoções por tempo de serviço e não estagnado como é hoje. Que os concursos ocorram com tempo pré determinado (ex.: a cada 2 anos no mês de julho).
  • Para os servidores que já possuem mais de 10 anos de serviços prestados é necessária extrema atenção pois estes já sofreram um grande prejuízo com a espera de 10 anos para fazer um CTS PM e conforme regulamentação já vislumbram por aproximadamente 10 anos sua primeira promoção na graduação de Segundo Sargento sendo assim qualquer atropelo resultaria num imenso prejuízo aqueles que já ensinaram boa parte da sua vida a esta instituição.
  • Espero que tenhamos um plano.de carreira.justo, que.de oportunidade a todos.
  • NOSSO PLANO DEVERIA SER COMO DOS OFICIAIS,ONDE NUNCA SE FEZ CONCURSO INTERNO PARA ASCENSÃO NA CARREIRA E SIM UM APERFEIÇOAMENTO E QUE VOLTE “UU” CB, 3ºSGT,PQ O RS É O ESTADO ONDE EXISTE O MAIOR NRO DE SOLDADOS DO BRASIL
  • INCLUSÃO COM NIVEL SUPERIOR E PROMOÇÕES SOMENTE POR ANTIGUIDADES
  • Olha aqui nos não devemos aceitar outro plano e perder direitos aceitar e retroceder no tempo perder mais tempo
  • Não temos um plano de carreira e sim um plano de aposentadoria o qual desestimula o servidor que procura outras instituições, causando assim o êxodo institucional para algum órgão que valorize o desempenho intelectual do servidor. Só obtive a oportunidade de concorrer por uma do CTSP com dez anos de serviço o qual com apenas 22 vagas.
  • Parabéns pela iniciativa, dá pra fazer um misto de promoçao por concurso interno ou com Promoção por tempo de serviço. Onde quem nunca passar em concurso nenhum se aposente no mínimo como 1 SGT, e quem estudar que tenha ao menos acesso ao posto de capitão, visto que hoje o militar pode chegar ao posto de Ten com 12 anos de serviço e não progredir mais até o final da carreira. Lembrando que hoje o Ten é a graduação mais desvalorizada dá Brigada Militar e Bombeiros
  • Atualmente o plano de carreira está mal formulado pois reservar 70% de vagas por antiguidade não estimula o soldado a estudar e beneficia aquele soldado veterano que não quiz estudar, além de proporcionar o aperfeiçoamento e ascensão no fim da carreira,ocasionando desproporção na previdência que computa desconto como soldado a maior parte da carreira e na RR proventos de tenente.
  • O concurso para ingresso na carreira DEVE ser com qualquer graduação reconhicida pela MEC, e a ascensão deve ser 100% intelectual. Os postos de Tenente a Capitão deverão serem ocupados por bacharéis em Direito e Administração.
  • Acho que se ocorrer a volta de todas as graduações os intertisios não devem ser tão grande.
  • Sou da turma de 2003 e não tenho plano de carreira, sou contra a gente ter que fazer outro concurso para almejar promoções, como em toda a segurança pública SUSEPE POLICIA CIVIL IGP vc faz o concurso para entrar na instituição e sobe de nível por tempo de sv pq na BM é diferente?
  • Modificar este plano o quanto antes para acabar com essas diferenças ou funções gratificadas da BM que só servem para desunir o efetivo.
  • O plano de carreira atual contempla apenas o efetivo que incluiu na BM até 1997. Não pensaram no futuro? nos militares que iriam incluir depois de 97? Eu inclui em 98, estou com 18 anos de BM sem pespequitiva alguma de ascensão profissional! Independente do plano que for aprovado, espero que seja um plano que contemple a categoria num todo, recrutas, veteranos e quem vier a incuir na BM futuramente.
  • Inclusão com nivel superior e promoções somente por antiguidades
  • O plano apresentado, parece ser bom, só que na questão dos intercidios(na promoção por tempo de serviço) de um posto para o outro deveria ser de tempo TOTAL de corporação, e não apenas o tempo da ultima promoção senão acontecerão algumas injustiças. Por exemplo estou com 8 anos de corporação. Então me tornaria cabo, e teria demorado 8 anos pra essa promoção; enquanto alguns que não possuem sequer 5 anos estariam em iguais condições em menos tempo(sem prestar concurso-merecimento).
  • Este plano de carreira atual deve mudar urgentemente.
  • Se houvesse concurso anual pra Sgt e houvesse inversão de chamada pra curso de 70% intelectual e 30 % antiguidade seria tranquilo aceitar o plano de carreira atual e até para o governo em questão a contribuição previdenciária!
  • Se mudarem só vai piorar isso é coisa de Cel só querem vantagens para eles
  • Eu acho que a entrada na carreira de praças deve ser por ensino médio e o curso de formação CBFPM deve ser título superior. Não possui no questionário, porem acho importante ressaltar aumento salarial para quem tem pós graduação (Especialização, Mestrado e Doutorado) em qualquer área, até mesmo quem possui cursos técnicos a nível médio deveriam ser contemplados x% no salário, deve ter uma tabela de aumentos para quem busca qualificação superior ou médio. Eu tenho curso de direito, mas acredito que os oficiais devem possuir curso de Administração ao invés de Direito, daí a brigada vai melhorar! Acredito também que tem que dar enfase ao concurso intelectual ao invés de concursos por antiguidade, acredito que a brigada deva se qualificar mais. Esta é minha Contribuição! um abraço!
  • Hoje na verdade não há plano de carreira para a Praça da BM pois tem que fazer, concurso para tudo enquanto os Oficiais prestam somente um, no Exercito, se presta somente um, para ser de carreira, temos que ficar esperando sete anos neste, tempo muitos já foram pra outras instituições, não melhores com a BM mas que lhe garantam tbm disfrutar de tempo com a família ao invés de só pensar em concurso, sete anos para ir para curso que abre poucas vagas, promovendo por tempo, antiguidade, voltando cabo para o SD estável, cinco anos, e terceiro Sgt com oito anos de cabo, teremos o moral dá tropa elevado pois está sendo visto por sua instituição, e pagará mais pela previdência, restabelecendo-a, contudo o exame intelectual tem que continuar para aqueles que querem crescimento mais rápido! Para isso deverá ter concurso nível superior, anualmente para acabar com o déficit gradativamente e também premiar aqueles que já estão com medalhas de 10,20 e 30 anos momentos esse importantes para a família brigadianos ser reconhecido pela instituição e causar orgulho nos filhos e esposas fazendo ser uma instituição procurada pelos paisanos pela dedicação ao seu Polícial!
  • dentro de uma organização como a BM somente ela que tem que fazer concurso interno para subir de graduação outras aumentam gradativamente com o tempo e merecimento
  • Penso que o maior problema hoje é a porcentagem de 70% antiguidade e 30%merecimento para a promoção a graduação de 2° SGT.Com este formato, acabam desestimulando o estudo, formando Sargentos incompetentes e sem motivação para trabalhar, pois em mais dois anos muitos já possuem os requisitos para a reserva. Isto está acabando com a BM.
  • Sou contra a volta de existir o Cabo pois será um retrocesso que ira prejudicar os Soldados mais antigos os quais não conseguirão chegar nem a 2ºSargento devido ao intertício exigido.
  • Gostaria que o fator merecimento fosse 70% e antiguidade 30% para ascensão na carreira.
  • Muito tempo para receber a graduacao de sgt.
  • Pesquisa muito mal formulada. Hoje para entrar na BM é no mínimo com ensino médio. Tem perguntas que sugerem ensino BÁSICO! !!! QUE RETROCESSO!!!!
  • Acredito que todos devemos ter promocoes automaticas igual a susepe e policia civil tem, podendo ser antecipados com pontuacoes feitas a criterio da instituicao
  • Praca n tem plano so por milagre e promovido
  • No meu entendimento o plano de carreira atual é muito bom o que deveria mudar é o aumento de vagas para que os mais antigos pudessem ascender uma vez que atualmente existem soldados ocupando vagas de primeiro sargento.
  • Promocoes automaticas
  • Precisamos de um plano de carreira bom pra todos inclusive quem já se aposentou
  • É de suma importância uma mudança no plano de carreira das praças da corporação. Tal plano deve atingir de forma uniforme seus integrantes, alcançando a todos com coerência. Não é admissível mais permanecer 20 anos como soldado.O estímulo de uma carreira eleva a corporação.esperamos que esse novo plano de carreira corriga as distorções atuais.
  • deveria haver uma perspectiva de carreira, igual aos oficiais superiores, ou a policia civil ou susepe, onde sistematicamente ocorra promoções, e não no modelo atual do nível médio, em que demora-se até 24 ou 25 anos para conseguir uma promoção, e já ficou provado que no modelo de avanço intelectual, não há muitas chances de acender a carreira, visto ao número limitado de vagas (22 no último concurso após 3 anos sem qualquer promoção). Portanto, que se espelhe o plano da Civil ou susepe, em que ocorra promoção rapidamente, assim, o policial vai acabar contribuindo para a previdência por mais tempo em um posto superior e mais próximo ao que irá se aposentar.
  • Carreira única, enquanto tiver duas classes na brigada a classe superior levara todas as vantagens enquanto a linha de frente continuará sofrendo infelizmente!
  • Confio no bom entendimento desta pesquisa para melhorar esta carreira!
  • O interticio de 8 anos desenhado para este plano antigo, elaborado para ser remetido, sela qualquer possibilidade a Ascenção de carreira de um praça pois, é bom para a economia doEstado e,inviável para a carreira pois, na ida para a reserva nos tira vantagens gritantes pelo tempo de espera.A promoção na reserva é algo de importante a ser observa também .
  • Realmente presisamos de um plano de carreira sólido e que todos tenham chanse iguais independente de posto ou graduação
  • Sou Gestor Público pela UFPel, e creio que o plano de carreira além de possuir maior número de graduações e menos burocracia para atingí-las, os cargos deveriam ter carreiras distintas dentro da instituição, o servidor que trabalha na área administrativa deve ter essa competência exclusivamente, o que tras eficiência ao Gerenciamento, lógicamente se deve criar o cargo de “servidor técnico administrativo Militar da Brigada Militar” com carreira e graduação própria, tal como proventos diferentes da carreira de Policial Militar, e com as competências intitucionais que um 1°Sgt tem hoje, traria economia pro Estado, vislumbrando uma Instituição em que todo servidor “Policial Militar” que recebe “risco de vida” como gratificação, faça Jus a tal, em contra-partida teríamos um Departamento administrativo com servidores em fim de carreira na última classe do cargo sendo Especialista, Graduado em administração e técnicos na área na carreira inicial. Pro atendimento telefônico de emergência não há necessidade nenhuma de se ter servidores ganhando a gratificação inerente ao cargo de Policial Militar, poderia simplesmente contratar funcionários terceirizados que já assumam a função com curso que qualifique ao atendimento telefônico de emergência policial (190), PM tem que executar a atividade constitucional, “policiamento ostencivo e manutenção da ordem pública”. A gratificação de risco de vida e curso de formação não servem pra ficar em sala fechada e segura atendendo telefone, nem pra escrever documentos, pra essas atividades deve haver outro cargo.
  • O que falta no atual plano de carreira é a fluidez e obrigação do estado a exemplo da Polícia Militar do Ceará
  • acredito que o percentual para o ingresso no capítulo deve mudar
  • não existe plano de carreira para me’s apos 1997 isso desmotiva a tropa
  • Fim ao concurso interno somos a única instituição que precisa de concurso interno para subir na carreira siga ao moldes da polícia civil
  • Do jeito que ta é uma vergonha.
  • Deve ser feito por tempo de serviço a acessão na carreira. Não pode continuar como está. Não temos expectativa nenhuma de crescimento na carreira
  • Deveria ser por tempo de serviço as promoções..
  • Acho que ser for para melhorar e valorizar mais os servidores tudo é válido, eu no atual momento estou satisfeito com que pode dar e retribuir a essa instituição que adoro e poder fazer parte.
  • O interticio previsto nos projetos entre 1 Sgt é capitão é muito longo, quase impossível chegar a capitão
  • Não estou satisfeito com o plano de carreira atual, pois ele só beneficia os soldados que ingressaram na corporação até 97. Acho incorreto fazer o concurso para BM e depois prestar mais e mais concursos para acender na carreira! Sou Soldado de 2007 e só no ano de 2016 pude prestar meu primeiro CTSP com “20” vagas por mérito! Talvez até eu me aposentar abra mais dois ou três concursos, sabe lá com quantas vagas! Todo esse tempo sem ascensão na carreira o Policial acaba se especializando (graduação/técnico) e fazendo outros concursos! Nossa Brigada perde muitos militares por não ter um plano de carreira! Eu confesso que tenho medo de me aposentar como soldado! Pois talvez não chegue em mim nos próximos 21 anos de carreira a oportunidade de eu fazer o CTSP! Por favor… precisamos de um plano de carreira! Abç
  • Plano de carreira, e convocação dos aprovados para frequentar o CTSP
  • EU ACHO QUE NÓS SERVIDORES COM ENSINO MÉDIO DEVERIAMOS SER PROMOVIDOS POR TEMPO DE SERVIÇO, ASSIM COMO É NA SUSEPE, NA POLICIA CIVIL E ATÉ OS OFICIAIS. UM PLANO DE CARREIRA É ISSO, CHEGA UM TEMPO X VOCÊ É PROMOVIDO. QUAL A EXPECTATIVA DE UM SOLDADO FAZER UM CONCURSO INTERNO COM 7000 INSCRITOS PARA 22 VAGAS? ISSO NÃO PODE SER CHAMADO DE PLANO DE CARREIRA. FAÇAM UM PLANO QUE VOCE SEJA PROMOVIDO DURANTE OS 30 ANOS DE SERVIÇO E NÃO PRECISA TER A PROMOÇÃO A MAIS NA RESERVA. O QUE DEVE ACABAR É O CONCURSO INTERNO. DEVEMOS SER PROMOVIDOS APENAS POR ANTIGUIDADE.
  • Gosto do atual plano, questão que mais é injusta é porcentagem de 70 por 30 .
  • Tem que ter acesso a todos os postos e graduacoes independente do nível.
  • Pelas perguntinhas, essa pesquisa é só pra inglês ver! Papinho pra boi dormir… Se mudar vai continuar uma m… Na minha visão! Deve-se incluir na corporação e chegar a Coronel através de concurso e especialização interna. Chega de qualquer um que possua direito ingressar como oficial, sem nenhum conhecimento do serviço policial antes… Entram uns sem fundamentos, criados com a vó que não servem para atar meus coturnos só para atrapalhar o serviço… Chega também dessa divisão em 20 assossiações que só criam casos e acasos entre si, beneficiam alguns e o resto se exploda, criem uma associação só, preocupada com a Brigada e não com encherem os bolsos. Chega da divisão entre nível superior e médio, passem logo tudo para superior… Chega do comando da BM ser cc. Não podemos mais permitir isso! O mais antigo deve assumir a função independente de visão política! Chega de darem ênfase somente ao curso de direito, sendo que na brigada a administração é péssima, a logística não existe, possui informática, educação física e entre tantos outros setores, mas quem é formado nessas áreas não são valorizados… Acho que hoje há cursos que fazem muito mais falta no meio administrativo da brigada do que o direito… Porém, já que valorizam demais o tal curso de direito, porque aquele formado em tal curso não pode, sequer, defender o colega em audiências ou no próprio âmbito da justiça militar… Já que é para mudar, mudem isso também, temos tantos professores de direito na tropa, criem uma comissão de defesa aos policiais, para que esses não arquem todas as vezes que tiverem que responder por algum crime. Coloquem aquele formado a defender e atuar na sua formação. Para resumir, plano de carreira: nível superior qualquer área, com todos os postos e graduações do exercito. Entra como soldado, interstício de 5 anos para cb e após, 3 anos para cada graduação até o posto de 1° tenente. Concurso interno para oficial superior, em qualquer formação… Concurso interno podendo participar a partir de Cabo. Coloca-se os formados em suas respectivas áreas. Administrativos com formação em administração e assim por diante… Ai talvez eu acredite que a Brigada pare de bater a cabeça em situações óbvias.
  • MINHA OPINIÃO É QUE O PLANO DE CARREIRA DEVE SER AOS MOLDES DA SUSEPE, POLICIA CIVIL E DOS OFICIAIS, QUE SÃO PROMOVIDOS POR TEMPO DE SERVIÇO. OU SEJA NÃO DEVE EXISTIR CONCURSO INTERNO. QUE O SOLDADO CHEGUE A 1º TEN APENAS POR ANTIGUIDADE DURANTE OS 30 DE SERVIÇO, SENDO ASSIM NÃO PRECISA LEVAR UMA GRADUAÇÃO A MAIS NA RESERVA.
  • Esquecer a equiparação dos oficiais com os delegados de policia; vamos pensar na brigada e não espelhar-se na co-irmã.
  • Acho que deveria ter uma ascensão gradual por tempo como na SUSEPE e Civil.
  • Não pode haver contentamento no atual plano de carreira principalmente porque o comando e o governo tratam os praças como homens dispensáveis.
  • Entendo q o plano de carreira como esta nao pode permanecer, devendo urgentemente ser reformulado, e assim possibilitar assencao funcional aos policiais mais jovens e os q estao chegando..
  • Deve ser somente por antiguidade eliminando de vez esses concursos com poucas vagas. Outra coisa para cap deve ser qualquer nível superior.
  • Essa mudança é muito aguardada por nós e com certeza vai trazer satisfação na carreira para todos!!
  • Hoje os oficiais apenas fazem um aperfeiçoamento para poder galgar outro posto enquanto os Praças tem que realizarem outro concurso interno, está errado isso, faz se um concurso para entrar após isso poderia tudo ser por antiguidade resolvendo as situações, entrou antes tem seus privilégios ao longo dos anos, vc é recruta será até ser antigo para assumir e ser promovido…
  • Precisamos urgentemente m modificar o atual plano de carreira precisa voltar os Postos antigos de graduações ascensão ao posto de Capitão deve ser por concurso interno, de soldado a coronel, carreira unica
  • O plano de carreira pouco vai importar, se continuar o pagamento de diferenças, massa de manobra dos oficiais c os praças, não adianta abrir concurso p 120 sargentos, sendo q tem 3 mil vagas e são pagas ou seja não onera em nada a folga de pagamento
  • Promoção Imediata aos 3º Sgt visto a verem mais de 2900 vagas e são pagas Diferenças…..
  • Desigual para concurso interno 30/70…alem de que não precisaria ter. Chegou o tempo…promove direto.
  • Prima pelo aproveitamento dos atuais aprovados no último ctsp.
  • Promoçao automatica de tempos em tempos com qualificaçao em cursos expressos
  • Descontente porque esse plano congelou nós todos como 3 sgt obrigando assim pedirmos a RR.
  • O plano de carreira precisa promover a ascensão regular do servidor ao longo da carreira, de forma que os servidores realmente usufruam com o ônus/bônus que o galgar da ascensão profissional oferece e merece do servidor comprometido com a instituição. Assim, todos sairão fortalecidos e o resultado será engrandecedor a instituição e ao servidor.
  • como esta algumas graduações extintas e outras prestes a extinguir devemos partir daqui para frente pois não podemos retroceder e assim nos adequar com as novas qualificações
  • Passei toda minha vida trabalhando e sempre sofrendo o penalti da antiguidade deve permanecer sim a antiguidade não sou recalcado mas sempre cumpri com satisfação minhas obrigações e agora não devemos tirar o que mantem a Brigada pois temos excelentes praças antigos como novos ,mas não podemos esquecer que experiencia tem que contar sempre.
  • Aguardamos uma melhora.
  • Exigir qualquer nível superior para ingresso. Nossa carreira continua até 1º Tenente, porém, aproximando este do vencimento de Capitão. Para tanto eleva a verticalidade do 1º Ten dos atuais 43% para 60% do Cel. O que irá aumentar o vencimento dos demais. Sómente isto…….Repito “Sómente isto”, irá beneficiar todos os servidores do nivel médio, ativos ou inativos. Lembro que, muitos 1º Ten que estão na RR foram 1º Ten na ativa por muitos anos. Alguns 10, 12, 13 anos ou mais. E, foram pra reserva como 1º Tenentes. Então, por questão de justiça, vejo como melhor alternativa, elevar a verticalidade do 1º Ten para 60%, pois Capitão é 70%, somente isto beneficiará todos nós (Ativos e RR). Também voltar todos postos e graduações com interstícios de 04 a 06 anos no máximo. E, fim da promoção na reserva remunerada, o que atualmente já ocorre nas forças armadas.
  • MUDEM ESSE PLANO LOGO!
  • Penso que como a susepe, polícia civil deveríamos subir de graduação por tempo de serviço, desta forma estaríamos contribuindo para a previdência. E não como vem ocorrendo hoje. Em 3 anos de soldado sai tenente. Mas não basta querer cortar esse sistemas mas sim melhorarmos como citei acima. Abraço
  • Ter concurso no mínimo a cada ano ou no máximo de a cada dois para praças de dois a três anos para oficiais.
  • Um plano de carreira trará incentivo funcional os MEs, e acessão na carreira pelo tempo de serviço, agregando cursos de aperfeiçoamento entre as graduações, onde todos chegarão ao fim da carreira profissional com experiência em todas as graduações, assim tendo o devido conhecimento da profissão desde os escalões mais baixos. Curso é a saída para aperfeiçoar a classe, passou no curso, espera a promoção pelas vagas, não passou, espera as próximas oportunidades, assim ninguém tranca ninguém, a competência impera, os dedicados se sobressaem e que mais ganha é a instituição e a população.
  • “Plano” de carreira deve ser plano, o ne deve saber quando irá se promover a partir das vagas existentes. Quando começam a colocar interticios como concurso e entre outros, não é “plano”. O exercito funciona muito bem desde sempre assim, a aeronáutica e a marinha idem. Critério de promoção deve ser antiguidade, existencia da vaga e comportamento. Achar que o praça vai deixar de estudar se for assim, é pensamento de oficial e praça dos anos 80. Incluí em 2007 e mais da metade de minha turma possui ensino superior.
  • Devem terminar com as FGs.
  • Nível superior já
  • Faço uma ressalva referente a ascensão de 1° ten a Cap, no caso de concurso externo o candidato paisano (ou BM que não seja 1° ten) deverá possuir o bacharelado em direito. No caso do militar 1° ten, este deverá possuir além de curso superior em qualquer assunto (que foi o que possibilitou a ascensão de 1° Sgt à 2° ten) uma pós graduação em assunto referente a adm pública ou área jurídica. O 1° ten que possuir Bach em direito é dispensado desta exigência.
  • todos os me deveriam ser melhor remunerado e valorizados pelo governo
  • Pra concurso para cap deveria abrir para candidato com formação acadêmica em administração. E permanecer a promoção a graduação imediata para a reserva.
  • A cada 5anos ser promovido a um grau hierárquico ,pois contribuindo gradativamente nao ira dar rombo na previdência,e promoções na reservada para o proximo posto quando for para reserva. Os atuais 3sgt a 2sgt e promoção na reserva a 1sgt,os 1sgt a 1tenente. Os atuais tenentes promovido a capitão e sem promoção na reserva vai como capitão.
  • Para que Bacharel em Direito se quando precisamos de advogados temos que pagar, na BRIGADA está faltando administradores, gestores, porque de advogados já basta o dos marginais para nos acusar. Outra coisa é essa quantidade de vagas… Tem que acabar com isso, deu o tempo de SERVIÇO, promove de uma vez, se não essas turmas de 2007, 2008, 2009, vai ter gente que não vai ser promovido porque teve de esperar demais. Esse negócio de vaga é uma coisa Militar que só nos atrapalha e desmotiva os Colegas. Infelizmente penso que algum plano de carreira que realmente venha valorizar os proficionais, depender de ser aprovado por oficiais… Creio que não irá passar mesmo tendo alguns ótimos Oficiais Comandantes. Mas vamos lá… Expor nossas idéias e começar os debates. Boas negociações!
  • Se o plano de carreira for por antiguidades a Bm não perderá mais polícias para outras entidades…
  • Deve haver uma estrutura que nem a da policia federal.
  • Precisamos encontrar um denominador comum na corporação referente a nossa carreira, para que não aconteça de se ficar muito tempo preso a uma graduação sem expectativa de melhora.
  • O plano de carreira no momento que exige concurso ou qualquer tipo de curso deixa de ser plano de carreira. A policia civil susepe e outras institições mudão de classe automaticamente. Até porque o efetivo atual da BM tem curso superior ou está cursando.
  • Nosso Plano de Carreira precisa ser mudado com extrema urgência para voltarmos a ser uma instituição militar forte, onde cada um que almejar completar um ciclo de graduações o consiga fazer tendo a oportunidade de transitar pelas experiências, demandas e responsabilidades que cada graduação exija.
  • Promoçao pir tempo de serviço como todo quadro do estado visto soldados possui conhecimento e condiçoes de desenpenhar qualquer atividade na bm tanto de sargento quanto de tenente
  • O melhor plano de carreira, que deveria ser buscado , todos sem exceção ( PRAÇAS E OFICIAIS ), entrar como soldado com nivel médio e quem quisesse ascender ao oficialato, seria com nivel superior e todos os concursos totalmente internos, dessa maneira iria valorizar todos os PM sem ” panelinhas’
  • Acho que os praças assim como seu superiores deveriam ter ascensão mediante a antiguidade porque está mais do que provado de que só o intelectual não basta para que um superior supra as necessidades dá tropa, posteriormente a antiguidade sim fazer um curso de aperfeiçoamento técnico de sua função.
  • Um plano de carreira deve englobar do SD ao Cel, devendo após o de Cap ter especialização em áreas de interesse dá corporação.
  • Entendo que qualquer Brigadiano após concluir o CBFPM poderia participar de qualquer processo celetivo para qualquer posto ou graduação independentemente do tempo que está na corporação. E também entendo ser desnecessário o exame psicotécnico para quem já está na corporação.
  • Muito boa essa pesquisa! Espero que algo mude, e realmente saia do papel!
  • carreira com qualquer nível superior
  • Poderiam promover através de cursos, sem concursos todos os 3sgrt completando o quadro de 2 sgt já que a grande maioria já recebe diferença de 2sgt. Pois não muda em nada a folha do estados. Assim daí exigir para promoção a 1sgt um intertici o de 5 anos para sair pr reserva como 1sgt, assim segurando os colegas que estão indo pr a reserva assim como eu.
  • Acho que a entrada na Bm deveria ser única até a última patente, e o CMT geral deveria ser o mais antigo, caso este não quisesse denunciava para o segundo mais antigo.
  • Vejo como maior problema do atual plano, e porcentagem para ascensão em concursos onde deveria ser 70% concurso e 30 % antiguidade, para valorizar a instituição devemos ser intelectuais e não ganhar as promoções, ora pra incluir todos foram aprovados em concurso quem quer que vá estudar !
  • Nos artigos que tratam sobre à ascensão ao quadro de oficiais que exigem graduação em direito ou a dos quadro da saúde deveria ser incluído concurso interno assim como é para sargento e sobrando vagas, isso mais provável acontecerá no QOES em uma no máximo duas especialidades, abre-se concurso externo para o preenchimento das vagas restantes. Tudo isso pelo fato de que grande parte do efetivo já possui uma graduação e não tendo estimula os demais a faze-la o que qualifica nossa BM e evita o uso da Brigada somente como “escada”. Sugiro também a criação do quadro de oficiais para Administradores.
  • Acho que temos que nos preocupar mais com o interstício, mas não o tempo mínimo e sim o tempo máximo para as promoções, deve ser colocado então por exemplo, tempo mínimo para tal promoção será de 1 ano e tempo máximo de 3 anos por exemplo. Se for colocar só o tempo mínimo, o governo vai enrrolam como sempre e promover quando quiser.
  • Tudo pode melhorar mas por que melhorar se pode piorar
  • Tem ter misto mudança com a garantida dos mais antigos.
  • Com 13de BM tenho 4triênios, um PC com o mesmo tempo é 4 classe e ganha 3x o que eu ganho só esperando o tempo passar, esse concurso CTSP e uma palhaçada 7mil inscritos para 22vagas..Estou muito insatisfeito com o plano de carreira atual, na verdade não temos plano de carreira! Vou morrer soldado se não passar no concurso.
  • Discordo com o retorno do Cabo pois vai atrasar ainda mais a ascensão dos Soldados que mesmo ao atingirem o interstício NÃO serão promovidos pela falta de vaga para graduação acima.
  • Plano de carreira tem que ser que nem os dos oficiais, automaticamente chegam ao último ou penúltimo posto da carreira
  • Solicito que a diferença salarial de 1 tenente para coronel também seja revisto, pois não posso aceitar que um 1 tenente ganhe menos de que 50% do posto de coronel, não podemos querer postos e graduações e salários la embaixo, também os oficias desta pretensa nova carreira tem que ser reconhecido pelos os oficias superiores não como acontece hoje que quando há reunião de oficias mandam os tenentes se retirarem da sala de reunião tratando-os como praças melhorados e não como oficial, também seja garantido os direitos dos postos e graduações que já estejam na reserva remunerada quando da aprovação desta lei, pois hoje não respeitam mais nada neste país.
  • A pergunta 02 entra em conflito com a pergunta 09, pois para ingressarDEVE ser exigido curso SUPERIOR
  • A brigada Militar necessita de um novo plano de carreira, que contemple principalmente a intelectualidade, ou seja ascender a grau superior por meio de provas, e que o ultimo posto seja o de capitão, que para ser atingido necessite de qualquer graduação superior.
  • São Muitas Associações, deveríamos ter, Somente 01 (Só a “ASSTBM”) Brigando Pelos ME..Cada Uma Fixa Puxando Pro seu Lado e Não Resolvem “NADA”
  • Creio que não devemos ter provas para ascender a próxima graduação, sendo que ose planos e projetos existentes foram maus formulados e deixaram muitas lacunas. Mas também vai ser difícil endireitar o que começou torto, pois temos muitos colegas no intermediário ao qual me incluo. Mas ao meu ver como deixar de sd a cap. Adm. Sem prejudicar os que estão indo embora. O problema seria como realinhar os interstício sem que ficase uma brecha para direitos já adquiridos.
  • Vocês têm que elaborar um plano que chame a atenção do praça para ficar, salário, ascensão, adequados, do jeito que está o pessoal está saindo debandada para outros concursos, vocês não enxergam isso??? Que a Brigada está com a alta rotatividade de pessoas, que ninguém mais quer ficar, só fica quem realmente tentou sair e não conseguiu e não tem como voltar atrás…do jeito que está a Brigada é um trampolim…Em menos de 15 anos vai se extinguir.
  • TEM QUE TER UM PLANO DE CARREIRA URGENTEMENTE QUE POSSA CHEGAR A APOSENTADORIA NUM GRUO BOM DE PATENTE E SALARIO COMO OS COLEGAS DA SUSEPE E CIVIL QUE SOMENTE ESPERAM PASSAR O TEMPO DE SERVIÇO NADA MAIS SE APOSENTANDO MUITO MELHOR QUE NOS BM
  • Eu acho que este plano será bom para quem está iniciando a carreira Policial Militar, mas para os servidores que contam com mais de quinze anos de serviço, entendo que deveria o interstício mínimo para ascensão ser mais curta(em termos de anos), pois no meu caso vou completar um ano na graduação de 3° Sgt, haja visto o atraso que houve na minha promoção, pois fui promovido com 22 anos de Serviço e não quando completei 20 anos de Sv. Que segundo o plano apresentado terei de aguardar mais 7 anos para a graduação de 2º Sgt e após mais 8 anos para a graduação de 1° Sgt; fato este que me desestimula a permanecer após os quatro anos que restam para aposentar-me, visto que teria que permanecer após os trinta anos de serviço, mais quinze anos, lembrando ainda que para isto teria que frequentar o curso de capacitação a graduação pretendida.
  • Ingresso com nível superior para valorização da tropa e corporação. Carreira única….
  • -eu ainda quero ver um plano de carreira para o praça,a esperança é a ultima que morre.
  • NECESSITA DE UM PLANO DE CARREIRA NÃO IMPORTA QUAL NÃO TEMOS NENHUM TA UM CAOS
  • Exigencia de qualquer curso superior para ingresso como praça é imprescindível. Ascenção por antiguidade com prazos definidos para vagas que restarem de concursos intelectuais.
  • Boa noite! A minha insatisfação é com a demora na realização das seleções internas, tenho 10 anos de corporação e tive a oportunidade de fazer apenas uma, e ainda com 22 vagas no intelectual. Passei no concurso, mas não sabemos se vão nos chamar e nem quando abrirá um novo concurso. Seria importante sr permanecer esse plano ou se aprovar um novo plano que tenha um calendário anual de seleções internas pois aí independe de pmaco novo ou velho. Acredito que o plano fluira.
  • Nas graduações de nível médio, estão boas como da forma atual, entretanto, o interstício para realizar um concurso é muito alto, deve-se diminuir no mínimo para 5 anos. Outro ponto negativo, é a porcentagem para inclusão num CTSP, pois 70% por antiguidade é um desrespeito e um desincentivo aos mais novos a ascender na carreira, pois não há estímulo. Não deveria haver o ganho de “diferença de graduação ou postos”, mas sim o investimento no policial a fazer um curso e progredir na escala hierárquica Sobre os postos, creio que sim, ser bacharel em direito seja importante para uma atividade operacional e uma sessão de justiça, mas na parte administrativa eu discordo ser necessário tal prerrogativa, sendo o mais adequado um administrador do que um bacharel em direito.
  • Estou completamente insatisfeito, estou formado em Direito, cursando uma 2ª graduação e tentando passar em qualquer outro concurso para sair da carreira de policial militar, pela falta de retorno pecuniário, consideração do GOVERNO, população e da própria corporação.
  • Nível superior para ingresso na corporação. Não permitir que se entre com o posto de capitão direto na corporação sem antes passar por parentes inferiores. Acabar com a expressão “se tiver vaga” o militar será promovido. Que Não tenhamos mais a expressão vaga para promoção e, sim, concluir o interstício mínimo para cada promova por tempo de serviço.
  • A alteração do plano de carreira é uma necessidade para poderemos manter a corporação

DOWNLOAD DA PLANILHA COM DADOS DAS RESPOSTAS  CLIQUE AQUI

Deixe um comentário