Na noite de segunda-feira dia 27 de março foi a vez da ASSTBM Regional Passo Fundo de receber reunião interiorizada para colher sugestões e ver a aceitação de alterações na carreira para os policiais militares. A reunião sob responsabilidade conjunta das entidades de classe, naquela cidade foi organizada pelas Regionais ASSTBM e ABAMF e realizada nas dependências da Regional ASSTBM apesar dos debates ferrenhos considerados normais para uma discussão sobre alteração de carreira ocorreu dentro da normalidade.  . Conforme decidido em reunião realizada na Capital com as entidades e participação do grupo Bravo a categoria foi consultada através de tópicos aos moldes do que aconteceu em Santa Cruz do Sul.

Presentes na reunião José Luiz Zibetti diretor presidente da Regional Passo Fundo acompanhado de sua diretoria, Dagoberto Valteman Ricardo Agra, diretores da ASSTBM Sede Central, Miriam Canova e Tânia SantinJ presidente e vice-presidente da ABAMF Regional Passo Fundo respectivamente, Jairo da Rosa, diretor da ABAMF Sede Central, Elias Pôncio, presidente da AOERGS, Paulo da Rosa presidente da ASPOMM, Vanderlei Ferrari com uma delegação da AUPMMAU, Antonio Carlos da Luz com delegação da ABECAR                      e Júlio Eloir presidente do Conselho da ABAMF além de diversos policiais militares de Passo Fundo e outros municípios.

Os tópicos utilizados para consulta foram os seguintes:

 1- Exigência de ensino superior como pré requisito de ingresso na base dá instituição;

2- Preenchimento dos cargos vagos;

3- Retorno das graduações de “Cb, 3°Sgt e 2°Ten”;

4- Carreira de Sd à Cap, sendo os oficiais de carreira do quadro Auxiliar de Policia;

5- Regras de transição bem estabelecidas para o efetivo atual da corporação;

6- Permanência dá promoção na reserva;

7- Reforma na porcentagem de ascensão por antiguidade.

 

Durante a votação por decisão da maioria foi descartado o retorno das graduações (tópico 3) e sugerida que a ascensão na carreira seja 50% por antiguidade e merecimento 50% por mérito intelectual, (concurso). .                ,.

Texto Dagoberto Valteman

Jornalista – MTB 15.265


Deixe um comentário