Líder do governo Sartori, Dep. Gabriel de Souza (PMDB) quebra palavra e tenta enganar a BM.

16

A ASSTBM representada pelo seu Presidente Aparício Santelano e toda sua Diretoria Executiva Estadual, estão permanentemente presentes na Assembleia Legislativa lutando contra a retirada dos direitos dos Brigadianos (as), serão dias longos de articulação e pressão nos Deputados (as), a categoria está mobilizada contra as propostas que atingem diretamente a Brigada Militar, propostas estas que voltaram ao regime de urgência, por um descumprimento de palavra do líder do Governo, Dep Gabriel Souza do PMDB, que afirmou perante os representantes da Segurança Pública e ao Presidente da Casa,  Dep Edgar Preto, que não colocaria novamente em urgência sem discussão com a categoria, mas que infelizmente no dia 17 de Maio em um ato “Enganador” voltou a colocar o regime  nos projetos contra os Brigadianos (as).

Se estes projetos forem aprovados perderemos os adicionais de tempo de serviço, promoção na passagem para a reserva, aumento do tempo de serviço para 35 anos, fim das licenças, fim de datas para pagamento do salario e do 13º.

Para a ASSTBM os projetos são o inicio do fim da BM e a consequente privatização da Segurança Publica.

Todos na Luta!

São os seguintes projetos  que podem ser apreciados hoje:

PEC 258 –Extingue o direito aos adicionais por tempo de serviço; altera o parágrafo 3º e acrescenta o parágrafo 8º ao art. 33 da Constituição do Estado do Rio Grande do Sul e dá outras providências.)

PEC 242 – Extingue a licença-prêmio assiduidade do servidor estadual, cria a licença capacitação, altera a redação do § 4º do artigo 33 da Constituição do Estado do Rio Grande do Sul e dá outras providências.

PEC 255 –  que retira a guarda externa dos presídios da Brigada Militar