Morre policial baleado durante assalto no mês passado em Canoas

14
Bruno Rodrigues de Souza era policial militar desde 2009 | Foto: Arquivo Pessoal / CP

Bruno Rodrigues de Souza, 34 anos, estava internado no hospital desde o dia 27 de setembro

 Rádio Guaíba

Na madrugada deste domingo, o soldado Bruno Rodrigues de Souza, 34 anos, faleceu no Hospital de Pronto Socorro de Canoas, onde estava internado após ter sido baleado durante assalto no final do mês passado. O policial militar entrou na Brigada Militar em 2009 e atuava no 15º Batalhão de Polícia Militar. Ele deixa esposa e dois filhos, sendo uma menina de nove meses e um menino de 11 anos.

O assalto aconteceu na noite de 27 de setembro. O brigadiano, de folga e à paisana, estava em seu Hyundai Ix35 na avenida Santos Ferreira, no bairro Nossa Senhora das Graças, em Canoas, quando foi abordado por dois assantantes. Os criminosos desembarcaram de um Fiat Punto, de cor prata, onde estaria um terceiro comparsa, e efetuaram a abordagem com o objetivo de roubar o veículo da vítima.

O soldado acabou sendo alvo de quatro tiros, sendo atingido no abdômen e no rosto. Ele foi socorrido pelos funcionários da loja de conveniência de um posto de combustíveis e encaminhado à Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Pronto Socorro de Canoas. Os criminosos fugiram sem levar o veículo da vítima.

Na quarta-feira passada, um dos envolvidos no ataque ao policial militar foi preso. O criminoso, de 20 anos, foi detido em Porto Alegre pela Polícia Civil. Ele confessou a participação no crime. Houve a apreensão de 27 pinos de cocaína e uma porção de maconha, além das roupas utilizadas no momento do ataque ao brigadiano. O suspeito já tinha antecedentes por roubo de veículo.