Policiais militares recebem proteção facial doada por empresa da Serra que adaptou linha de produção

Além de viseiras, são produzidas máscaras cirúrgicas, protetor para pés, jalecos e toucas para doação

427

Mais de 1.400 máscaras de proteção facial fabricadas na empresa Grendene, em Farroupilha, com apoio de um grupo empresários, foram doadas a Brigada Militar na Serra.

Composto de PVC e acetato, o protetor facial, também conhecido como viseira ou escudo facial, ficará à disposição dos policiais para uso em situações em que há risco de contaminação pela Covid-19.

Conforme o oficial médico da BM capitão Nazareno Fernandes, o Equipamento de Proteção Individual (EPI) se constitui em um importante material na proteção dos profissionais em ação.


A Grendene, em Farroupilha, mudou totalmente o nicho de produção, para preparar materiais para profissionais da segurança e da saúde, gratuitamente, em meio à pandemia da Covid-19.
Os PMs locais foram os primeiros a receber os equipamentos, que serão doados para o efetivo policial de todas as cidades gaúchas.

Os empresários responsáveis pela iniciativa destacam a importância da união de todos neste momento difícil, e afirmam ser gratificante poder contribuir com a segurança daqueles que atuam na segurança pública.

Além dos protetores faciais, a empresa, que está com a produção de calçados parada, tem se mobilizado, por meio de um pequeno grupo de funcionários, para fazer máscaras cirúrgicas, protetor para pés, jalecos e toucas que serão doados para todo o país.

Texto e fotos: Sd Jackson Cardoso/CRPO Serra

Comunicação social/EMBM / Edição: ASCOM